Proxalutamida: Anvisa suspende uso e importação da droga e ordena investigação

Proxalutamida: Anvisa suspende uso e importação da droga e ordena investigação

Por Natalie Rosa | Editado por Luciana Zaramela | 02 de Setembro de 2021 às 18h10
HalGatewood/Unsplash

No início desta quinta-feira (2), a Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) suspendeu o uso e a importação da droga proxalutamida no Brasil. O medicamento é um bloqueador de hormônios masculinos, como a testosterona, produzido na China e que vem sendo testado para o tratamento do câncer de próstata.

Antonio Barra Torres, diretor-geral da Anvisa, determinou ainda uma investigação de produtos desenvolvidos a partir do remédio que disponíveis no país. A suspeita é de infração sanitária nos documentos apresentados pelos importadores, o que deixaria o medicamento irregular para o uso em humanos.

Imagem: Reprodução/baspentrubas/Envato

O bloqueador hormonal também é defendido pelo presidente da república, Jair Bolsonaro, como um possível tratamento contra a COVID-19. Os testes do medicamento feitos para avaliar a eficácia contra o coronavírus foram possíveis porque a proxalutamida foi aprovada para o desenvolvimento de estudos científicos.

Quer ficar por dentro das melhores notícias de tecnologia do dia? Acesse e se inscreva no nosso novo canal no youtube, o Canaltech News. Todos os dias um resumo das principais notícias do mundo tech para você!

A substância não foi aprovada para uso definitivo em nenhum país do mundo até então, tampouco tem eficácia comprovada para a cura da COVID-19. A proxalutamida, então, está proibida de ser usada no país, inclusive em testes, ao menos até o fim das investigações.

Fonte: UOL

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.