Pesquisa encontra anticorpos da COVID-19 em pacientes que nunca tiveram a doença

Por Natalie Rosa | 04 de Agosto de 2020 às 14h11
Reuters

A COVID-19 é uma doença nova e, conforme novos estudos vão sendo desenvolvidos, a cada vez mais descobrimos coisas diferentes sobre o vírus SARS-CoV-2. Agora, segundo uma pesquisa publicada na revista científica Nature, testes mostraram que pessoas que não foram expostas ao coronavírus podem já ter uma certa imunidade contra ele.

O estudo conduziu testes na Alemanha com amostras de sangue de 68 adultos saudáveis que não haviam sido expostos ao coronavírus, e 35% deles apresentaram células T que foram reativas ao vírus. As células T fazem parte do sistema imunológico, que tem a função de proteger o organismo de infecções, e quando a reação acontece é devido ao corpo já ter combatido uma infecção similar.

Imagem: Reprodução

De acordo com o estudo, mesmo que esses pacientes nunca tenham sido infectados pelo coronavírus, essa reação pode acontecer porque, provavelmente, adquiriram as células reativas em infecções anteriores com coronavírus endêmicos. Esse processo de memória celular de outra infecção é chamado de reatividade cruzada.

A pesquisa foi realizada ainda com amostras de sangue de 18 pacientes com a COVID-19, com idades entre 21 e 81 anos, e doadores saudáveis entre 20 e 64 anos idade. Neste caso, as células T reativas ao SARS-CoV-2 foram detectadas em 85% dos pacientes com a doença. A reatividade também foi encontrada em doadores saudáveis e, segundo os cientistas, o impacto que essas células podem ter contra a COVID-19 ainda é desconhecido.

O estudo completo está disponível no site da revista Nature.

Fonte: CNN

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.