Peixe invasor e venenoso é encontrado pela 3ª vez em Fernando de Noronha

Peixe invasor e venenoso é encontrado pela 3ª vez em Fernando de Noronha

Por Natalie Rosa | Editado por Luciana Zaramela | 13 de Agosto de 2021 às 16h50
bearfotos/Freepik

Pela terceira vez, um peixe-leão é capturado em uma praia de Fernando de Noronha, no estado de Pernambuco. Esse animal se trata de uma espécie bastante venenosa, que já havia aparecido na região no dia 4 de agosto e em dezembro de 2020.

O aparecimento do terceiro peixe-leão, que aconteceu na quarta-feira, dia 11 de agosto, preocupa biólogos e também a população, uma vez que ele representa uma ameaça não só aos humanos, como ao meio ambiente. O animal da última captura tinha sete gramas e 8,87 centímetros de comprimento.

Imagem: Reprodução/Lucas Penna/ICMBio 

O flagra aconteceu a 18 metros de profundidade em Ilha Rata, na enseada das Cagarras, área que pertence ao parque nacional. Lucas Penna, servidor do Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio), alerta para os riscos de encontrar um peixe-leão na natureza e diz que ele precisa ser capturado. "Vamos manter o cuidado para observar e entrar em contato com o ICMBio Noronha para realizar o melhor protocolo de captura, caso apareça mais algum peixe-leão. Este protocolo será disponibilizado devidamente para todos", diz Penna. 

Quer ficar por dentro das melhores notícias de tecnologia do dia? Acesse e se inscreva no nosso novo canal no youtube, o Canaltech News. Todos os dias um resumo das principais notícias do mundo tech para você!

O peixe-leão conta com 18 espinhos venenosos que possuem uma toxina capaz de provocar, em seres humanos, febre, vermelhidão e convulsões. Além disso, o animal é um predador que pode acabar se alimentando de espécies endêmicas, aquelas que existem somente em uma determinada região, provocando então o desequilíbrio ecológico.

Fonte: G1

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.