Publicidade
Economize: canal oficial do CT Ofertas no WhatsApp Entrar

O que acontece com o esperma depois de uma vasectomia?

Por| Editado por Luciana Zaramela | 16 de Janeiro de 2022 às 13h00

Link copiado!

 iLexx/envato
iLexx/envato

Você já se perguntou o que acontece com os espermatozoides após um homem ser submetido a uma cirurgia de vasectomia? Assim que o procedimento é realizados, os espermatozoides não são mais "ejaculados" para fora do corpo do homem, no sêmen, já que os canais de transporte que o levariam até lá foram cortados. Ok, mas, afinal, para onde os gametas masculinos vão no pós-operatório? Eles não são mais produzidos?

Vale lembrar que a vasectomia é um método contraceptivo desenvolvido para impedir que homens tenham filhos e é considerado bastante simples, mesmo que seja um procedimento invasivo. Durante a cirurgia, o médico somente interrompe a passagem dos espermatozoides produzidos — mais especificamente, "corta" os dois canais deferentes. Dessa forma, os gametas não conseguem mais chegar até a uretra.

Continua após a publicidade

O processo todo leva de 15 a 20 minutos e é feito com uma anestesia local. Dessa forma, o paciente não precisa ser internado, sendo operado em regime ambulatorial.

Para onde vai o esperma?

"O esperma ainda é produzido pelos testículos do homem, mas é reabsorvido pelo corpo de uma forma inofensiva", explica a médica Nish Manek, formada no Imperial College London, para o Science Focus.

Após a vasectomia, o revestimento do epidídimo — um duto microscópico e bastante longo que armazena e transporta o esperma — acaba por absorver a maior parte do líquido. É como se o homem não fizesse mais sexo por longos períodos, já que os espermatozoides ficarão retidos até se decomporem no organismo.

Continua após a publicidade

Tempo para efeito do procedimento

A interrupção dos espermatozoides não ocorre de forma imediata, porque alguns deles podem estar em pontos mais avançados do que o local que foi "cortado" nos canais deferentes. Dessa forma, o homem deve adotar outros métodos anticoncepcionais, como a camisinha, por pelo menos 60 dias após o procedimento.

Alguma coisa muda na ereção?

Continua após a publicidade

Para algumas pessoas, existe a falsa ideia de que a vasectomia pode provocar, por exemplo, distúrbios eréteis. Nesse sentido, é importante explicar que o procedimento apenas torna o homem estéril. Só que não interfere na produção de hormônios, por exemplo.

"Os testículos continuarão a produzir testosterona, e o desejo sexual de um homem, a sensação e a capacidade de ter uma ereção não serão afetados — a única diferença é que não há esperma no sêmen", lembra Manek.

Além disso, o líquido produzido na próstata e na vesícula seminal continua sendo eliminado normalmente durante a ejaculação, porém sem os espermatozoides. Outro fato é que os nervos e vasos sanguíneos — aqueles responsáveis pela ereção do pênis — não estão envolvidos na cirurgia.

Fonte: Science Focus e Biblioteca Virtual em Saúde