SAIU O RESULTADO DO SORTEIO DO PRÊMIO CANALTECH!CONFERIR
Publicidade

Novo tratamento promete regenerar esmalte dos dentes

Por| Editado por Luciana Zaramela | 24 de Agosto de 2023 às 10h03

Link copiado!

Racool_studio/Freepik
Racool_studio/Freepik

Um novo tratamento capaz de regenerar dentes. Essa é a promessa de um artigo científico publicado na revista científica Developmental Cell. Na prática, os pesquisadores criaram um organoide capaz de produzir as proteínas que formam o esmalte dentário, a camada protetora externa dos dentes.

Para isso, o grupo contou com a ajuda de células-tronco induzidas a se tornarem células especializadas, chamadas ameloblastos, responsáveis pela produção de esmalte durante a formação dos dentes. Essas células morrem depois que a formação dos dentes está completa, deixando o corpo adulto sem nenhuma maneira de regenerar o esmalte.

A equipe se concentrou em observar a genética que sustenta a geração de células no corpo, e viu que ao longo das inúmeras etapas do desenvolvimento de qualquer tecido, diferentes proteínas são necessárias em cada etapa, reguladas por meio da ativação e desativação de genes.

Continua após a publicidade

A ideia é futuramente levar ao desenvolvimento de "restaurações vivas" que poderiam crescer e reparar cáries e outros problemas.

"Muitos dos órgãos que gostaríamos de conseguir substituir, como pâncreas humano, rins e cérebro, são grandes e complexos. Regenerá-los com segurança a partir de células-tronco levará tempo. Os dentes, por outro lado, são muito menores e menos complexos. Pode demorar um pouco até que possamos regenerá-los, mas agora podemos ver os passos que precisamos para chegar lá", declara a equipe.

Tratamento faz dentes nascerem de novo

Em 2021, um estudo publicado na Science Advances lançou à tona um tratamento para fazer com que os dentes que já caíram voltem a crescer, algo que revolucionaria completamente a odontologia.

Continua após a publicidade

Esse tratamento envolve anticorpos monoclonais e estimula o organismo a desenvolver novos dentes. A ideia, basicamente, é proporcionar uma maneira de regenerar dentes perdidos na idade adulta ou mesmo desde a infância, por causa de alguma doença.

Na ocasião, a equipe descobriu que o bloqueio de um gene chamado USAG-1 levou ao aumento da atividade da proteína morfogênica óssea (BMP), uma molécula que determina quantos dentes devem crescer, e permitiu que ratos de laboratório regenerassem o que faltava.

Até então, os testes só aconteceram com animais, mas o primeiro remédio que permite o crescimento de novos dentes será testado em humanos em 2024.

Continua após a publicidade

Segundo a estimativa dos pesquisadores japoneses, os estudos clínicos devem ser iniciados em julho de 2024 e, se tudo sair conforme o esperado, o tratamento dentário inovador pode chegar ao mercado internacional em 2030.

A proposta é que esse medicamento que estimula a formação de novos dentes deverá ser prescrito para pacientes com anodontia, uma condição com alta probabilidade de ter origem genética, na qual um ou mais dentes simplesmente não erupcionam na boca do paciente.

Fonte: Developmental Cell, UW Medicine