Frasco de vacina contra covid da Moderna tinha um mosquito dentro

Frasco de vacina contra covid da Moderna tinha um mosquito dentro

Por Fidel Forato | Editado por Luciana Zaramela | 11 de Abril de 2022 às 18h03
Twenty20photos/Envato Elements

Um lote de vacinas contra covid-19 produzido pela farmacêutica norte-americana Moderna está sendo recolhido, após autoridades de saúde identificarem um corpo estranho em um dos frascos enviados para a cidade de Málaga, na Espanha. Nele, foi encontrado um mosquito, segundo o Instituto Nacional de Saúde Pública da Noruega.

"A conclusão preliminar da Moderna é que o corpo estranho é um pequeno inseto, um mosquito, que entrou no frasco durante a produção e que não foi detectado pelas rotinas de controle", explica o instituto norueguês, em comunicado sobre o ocorrido. No país, "não foram relatados achados semelhantes".

Frasco da vacina da Moderna tinha um mosquito em seu interior (Imagem: Reprodução/FabrikaPhoto/Envato)

Vale lembrar que a vacina de mRNA (RNA mensageiro) da Moderna não é aprovada e nem usada no Brasil. Isso significa que o recolhimento das doses presentes no lote não afeta em nenhuma circunstância a imunização nacional contra a covid-19.

Mosquito na vacina

O frasco da vacina da Moderna com um mosquito foi identificada na cidade de Málaga, na Espanha. Após a descoberta, Agência Espanhola de Medicamentos e Produtos de Saúde (Aemps) anunciou o recolhimento do lote, na sexta-feira (8), conforme notificou o jornal El País.

Naquele momento, não foi detalhado o que foi observado como um "corpo estranho". Apenas, nesta segunda-feira (11), as autoridades norueguesas confirmaram que o achado era um mosquito.

"Este lote, que consistia em 764.900 doses, foi distribuído na Noruega, Polônia, Portugal, Espanha e Suécia de 13 a 14 de janeiro de 2022", informa a farmacêutica espanhola Rovi. Esta é responsável pela produção local do imunizante da Moderna. Agora, as doses são recolhidas nestes países europeus.

Posicionamento da Moderna

Até o momento, nem a Rovi e nem a Moderna detalharam o ocorrido. "O lote está sendo recolhido devido a um corpo estranho encontrado em um frasco do lote fabricado na unidade de fabricação contratada da Companhia", afirma nota sobre o ocorrido. Sabe-se que o frasco contaminado não chegou a ser aplicado.

"Dada a prioridade da companhia em garantir a qualidade, com muita cautela, este lote está sendo recolhido. A Moderna está se comunicando proativamente com as autoridades de saúde à medida que a investigação avança", informou.

Apesar do incidente, o posicionamento das empresas reforça que mais de 900 milhões de doses do imunizante já foram aplicadas no mundo. Diante deste cenário, "a Moderna não acredita que isso represente um risco para outros frascos no lote e não acredita que isso afete o perfil benefício/risco significativo da vacina".

Anteriormente, a Moderna já se viu obrigada a recolher um lote de vacinas contra a covid, mas o incidente ocorreu no Japão. As autoridades suspenderam um lote após a descoberta de que um frasco continha várias partículas pretas.

Fonte: FHI, Rovi e El País    

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.