Misterioso surto de hepatite em crianças na Europa e nos EUA é investigado

Misterioso surto de hepatite em crianças na Europa e nos EUA é investigado

Por Augusto Dala Costa | Editado por Luciana Zaramela | 20 de Abril de 2022 às 13h30
Rido81/Envato Elements

Pelo menos quatro países europeus e os Estados Unidos estão focando os esforços das autoridades de saúde na investigação de casos de hepatite em crianças. As causas ainda são desconhecidas e o Centro Europeu de Controle de Doenças (ECDC, em inglês) não divulgou o número total de casos, mas já se sabe que é acima do considerado normal para a média dos países do continente.

A Organização Mundial da Saúde (OMS) confirmou menos de cinco casos na Irlanda e três na Espanha, alertando que mais casos provavelmente sejam detectados nos próximos dias. Outros países que relataram casos recentemente são Dinamarca, Holanda e Reino Unido, que relatou mais casos do que o normal na última semana.

A hepatite é uma inflamação do fígado, causada tanto por vírus quanto exposição a substâncias como o álcool (Imagem: Harvard Medical School/Reprodução))
A hepatite é uma inflamação do fígado, causada tanto por vírus quanto exposição a substâncias como o álcool (Imagem: Harvard Medical School/Reprodução))

Investigações e prováveis causas

Nos Estados Unidos, nove casos foram detectados em crianças de um a seis anos de idade, segundo o departamento de saúde pública do estado do Alabama. Duas delas precisaram de transplantes de figado, e casos semelhantes estão sob investigação em outros estados. O número maior de casos, até o momento, foi relatado no Reino Unido, totalizando 74. Investigações correm em todos os países europeus onde houve o registro de casos, conforme o ECDC.

A Agência de Segurança da Saúde do Reino Unido, na semana passada, informou que os vírus costumeiramente causadores da hepatite infecciosa (ou seja, hepatite A ou E) não foram detectados nos casos do país, indicando outras origens. No momento, acredita-se que o adenovírus comum possa ser a causa da doença — eles são uma família de vírus que costuma causar doenças leves, como resfriados, vômitos e diarreia.

Outras causas possíveis do surto de hepatite em crianças na Europa e nos EUA estão sendo sondadas, como efeitos adversos da infecção pelo SARS-CoV-2. As autoridades garantem que não há relação aparente com as vacinas contra a covid-19.

Lembramos que a hepatite é uma inflamação no fígado, geralmente causada por infecções virais. Outras causas vêm da exposição a certas substâncias, como o consumo de bebidas alcóolicas e drogas, além de alguns distúrbios genéticos. As hepatites causadas por vírus representam as terminologias A, B, C, D e E da doença, mas nenhuma delas parece ter sido a causa do surto infantil recente.

Enquanto determinados tipos de hepatite não causam problemas sérios, outros causam sequelas duradouras. Autoridades de saúde do Reino Unido alertam os pais para dar atenção redobrada aos sintomas da doenças, como icterícia, ou seja, uma coloração mais amarelada na pele e na parte branca dos olhos.

Fonte: BBC

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.