Medicamentos com Losartana são recolhidos por apresentar possível risco à saúde

Medicamentos com Losartana são recolhidos por apresentar possível risco à saúde

Por Fidel Forato | Editado por Luciana Zaramela | 10 de Março de 2022 às 11h29
freestocks.org/Pexels

A farmacêutica Sanofi Medley está recolhendo, de forma voluntária e preventiva, todos os remédios que produz com o princípio ativo Losartana. A medicação é usada para pacientes que têm pressão alta (hipertensão arterial) e/ou insuficiência cardíaca.

Em nota, a empresa afirma que esta é uma "medida de precaução devido à presença de impurezas mutagênicas nos produtos". Em outras palavras, a fórmula apresenta determinadas substâncias químicas que podem causar mudanças no DNA de uma célula.

Usados para a pressão alta, remédios com Losartana são recolhidos por associação com possíveis riscos para a saúde (Imagem: Reprodução/Nadianb/Envato)

"Até o momento, não existem dados para sugerir que o produto que contém a impureza causou uma mudança na frequência ou natureza dos eventos adversos relacionados a cânceres, anomalias congênitas ou distúrbios de fertilidade. Assim, não há risco imediato em relação ao uso dessas medicações contendo losartana", acrescenta a Sanofi Medley.

Segundo a empresa, o recolhimento dos remédios com Losartana ocorre em consonância com agências regulatórias internacionais, além da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa). No futuro, a medicação deve voltar ao mercado com um ingrediente farmacêutico ativo (IFA) ajustado.

Quais remédios com Losartana são recolhidos?

De acordo com a empresa, serão recolhidos os seguintes medicamentos com Losartana:

  • Valtrian® HCT (losartana potássica + hidroclorotiazida) 50mg + 12,5mg;
  • Valtrian® HCT (losartana potássica + hidroclorotiazida) 100mg + 25mg;
  • Valtrian® 50mg (losartana potássica);
  • Valtrian® 100mg (losartana potássica).

Quem usa a medicação deve fazer o quê?

Apesar do recolhimento dos remédios com Losartana, parar de tomar uma medicação de uso contínuo, de forma abrupta, pode trazer riscos para a saúde do indivíduo. Por isso, a orientação é que as pessoas consultem os médicos para obterem um tratamento alternativo.

Quem tiver o medicamento em casa, pode ligar para o SAC da Medley (0800-703-0014) e agendar a coleta da medicação. O processo não tem custo.

Fonte: O Globo  

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.