Johnson faz recall de protetores solares após identificar componente cancerígeno

Por Natalie Rosa | Editado por Luciana Zaramela | 16 de Julho de 2021 às 13h37
photoroyalty/Freepik

Nos Estados Unidos, a Johnson & Johnson retirou alguns de seus produtos das prateleiras das farmácias após detectar na composição alguns produtos químicos que podem causar câncer. A empresa, que pediu o recall de forma voluntária, removeu cinco tipos de protetor solar em spray das marcas Aveeno e Neutrogena, e recomendou que os usuários que haviam adquirido os produtos interrompessem o uso e descartassem os produtos.

Segundo a companhia, testes internos detectaram a presença de benzeno nos sprays, substância cancerígena, ainda que em dose baixa. Dois meses atrás, no entanto, uma farmácia registrou com a FDA (Food and Drug Administration), que funciona como a Anvisa aqui no Brasil, que encontrou níveis altos de benzeno em mais de uma dúzia de produtos de proteção solar ou alívio de queimaduras solares.

Quer ficar por dentro das melhores notícias de tecnologia do dia? Acesse e se inscreva no nosso novo canal no youtube, o Canaltech News. Todos os dias um resumo das principais notícias do mundo tech para você!

Imagem: Reprodução/Freepik

Em nota, a Johnson & Johnson afirma que o benzeno não é um ingrediente que faz parte da composição de seus protetores solares e que está investigando o que pode ter provocado a contaminação. "A exposição diária ao benzeno nestes protetores solares aerossol nos níveis que foram detectados em nossos testes não deve trazer consequências adversas à saúde", diz a empresa.

Ainda não há informações se os produtos da marca vendidos no Brasil contam com o mesmo problema.

Fonte: Reuters

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.