Câncer: pesquisadores identificam importante pista sobre formação de metástases

Câncer: pesquisadores identificam importante pista sobre formação de metástases

Por Nathan Vieira | Editado por Luciana Zaramela | 25 de Junho de 2021 às 08h30
claudioventrella/Envato

No início do mês de junho, um estudo achou um método de conter as metástases do câncer (células cancerígenas que se soltam do tumor original e "viajam" para outros tecidos ou órgãos), e um novo estudo liderado pela Escola de Medicina Veterinária Christopher Lengner deu um passo ainda mais largo nessa compreensão.

O estudo usou o câncer de pâncreas para rastrear a linhagem e os padrões de células cancerígenas, e descobriu algo em comum entre as células que provavelmente permaneceriam no tumor e aquelas com maior probabilidade de se moverem para novos locais, afetando outros tecidos.

As células que eventualmente se tornaram metastáticas e cresceram em tecidos e órgãos além do pâncreas compartilhavam uma linhagem comum. Os pesquisadores relatam que usaram essa abordagem de rastreamento de linhagem para classificar as células com base em quão metastáticas elas eram e, em seguida, relacionaram essas diferenças de comportamento às mudanças na expressão do gene.

Quer ficar por dentro das melhores notícias de tecnologia do dia? Acesse e se inscreva no nosso novo canal no youtube, o Canaltech News. Todos os dias um resumo das principais notícias do mundo tech para você!

(Imagem: Colin Behrens/Pixabay)

As descobertas sugerem que não são apenas as mutações genéticas que podem impulsionar a disseminação do câncer e que "os padrões de expressão gênica desempenham um papel fundamental nos resultados das doenças".

Mas enquanto os cientistas caracterizaram centenas de mutações genéticas associadas ao direcionamento de células normais para se tornarem cancerígenas, não tiveram o mesmo sucesso em identificar mutações que transformam as células em futuras metástases.

Em trabalhos futuros, a equipe espera aprofundar seus estudos do processo de metástase, enquanto também explora novos caminhos para o rastreamento de linhagem, como examinar o processo de desenvolvimento.

Fonte: EurekAlert!

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.