Publicidade

Jeff Bezos injeta fortuna em nova startup em busca da imortalidade

Por| Editado por Luciana Zaramela | 21 de Janeiro de 2022 às 19h20

Link copiado!

Divulgação/Amazon
Divulgação/Amazon
Jeff Bezos

Jeff Bezos, fundador da Amazon e da Blue Origin, decidiu investir em uma nova empreitada: a busca pela imortalidade. O bilionário começou a reunir um time de cientistas de peso a fim para sua nova startup, a Altos Labs, que tem a finalidade de impedir o envelhecimento.

Entre os nomes que já estão confirmados como parte da equipe estão dois ganhadores de prêmios Nobel. Shinya Yamanaka foi premiado em 2012 na área de medicina por seu trabalho com células-tronco e Jennifer Doudna, premiada em 2020 em química por seu trabalho com a ferramenta de edição genética CRISPR.

Para comandar esse time de renome, Bezos convocou Hal Barron, ex-diretor científico na farmacêutica GlaxoSmithKline, e agora ocupará o cargo de CEO com a missão de “reverter doenças”.

Continua após a publicidade

Não faltarão recursos para a Altos Labs durante os primeiros anos de atuação. Logo de cara, a startup já garantiu US$ 3 bilhões em investimentos que não vêm apenas de Bezos, mas também de outros bilionários, como o russo Yuri Milner.

Durante a fase inicial, os esforços serão direcionados para uma área específica: a reprogramação biológica, que visa rejuvenescer células que já envelheceram. Na prática, se a proposta funcionar, doenças associadas à velhice, como a demência, poderiam ser revertidas. No entanto, não há qualquer garantia de que as altas apostas podem se pagar com o tempo.

De qualquer forma, a busca para a juventude é uma tendência crescente. Além da Calico, fundada em 2013 por Larry Page, cocriador do Google, outras startups nessa caça são a Life Biosciences, a Turn Biotechnologies, a AgeX Therapeutics e a britânica Shift Bioscience. Até hoje, porém, nenhum resultado.

Continua após a publicidade
O Canaltech está no WhatsApp!Entre no canal e acompanhe notícias e dicas de tecnologia

Fonte: Futurism