Publicidade

Idoso de 93 anos apresenta idade biológica de 30 e surpreende ciência

Por| Editado por Luciana Zaramela | 23 de Janeiro de 2024 às 11h41

Link copiado!

Anna Shvets/Pexels
Anna Shvets/Pexels

Já ficou bem clara a importância de se fazer atividade física: não apenas melhora a saúde, como potencialmente prolonga a vida. Um estudo publicado no periódico Journal of Applied Physiology levou essa informação a outro nível ao trazer o caso de um idoso de 93 anos que apresenta a idade biológica de 30. 

O protagonista do estudo é o irlandês Richard Morgan, tetracampeão mundial de remo indoor. Os pesquisadores analisaram seu treinamento, dieta e fisiologia e perceberam que ele tem um motor aeróbico de um adulto saudável de 30 a 40 anos. Nas palavras dos próprios pesquisadores, Morgan pode ser considerado como um exemplo de envelhecimento saudável e em boa forma.

O artigo cita que o irlandês tem o coração, os músculos e os pulmões de alguém com menos de metade da sua idade. E um ponto importante a se levar em consideração é que ele não praticava exercícios regularmente até os 70 anos.

Continua após a publicidade

Avaliação de idade biológica

Os pesquisadores da Universidade de Limerick convidaram Morgan para ir ao laboratório de fisiologia e mediram sua altura, peso e composição corporal, além de coletar detalhes sobre a alimentação, verificar o metabolismo e função cardíaca e pulmonar. O irlandês fez alguns de seus exercícios enquanto monitoravam seu coração, pulmões e músculos.

Continua após a publicidade

Com a análise, os cientistas envolvidos concluíram que Morgan tem cerca de 80% de músculo e apenas 15% de gordura, e sua frequência cardíaca atingiu o pico de 153 batimentos por minuto, bem acima da frequência cardíaca máxima esperada para sua idade.

A frequência cardíaca também atingiu esse pico muito rapidamente, o que significa que seu coração foi capaz de fornecer rapidamente oxigênio aos músculos em atividade.

Vida saudável na velhice

Os cientistas se disseram impressionados com o fato de que o irlandês desenvolveu essa aptidão com uma rotina de exercícios simples, de 40 minutos por dia. O segredo está em uma combinação de treinamento fácil, moderado e intenso, treinamento com pesos (duas ou três vezes por semana) e uma dieta rica em proteínas, já que seu consumo diário excede regularmente a recomendação dietética usual de cerca de 60 gramas de proteína para alguém com seu peso.

Continua após a publicidade

Conforme conclui o estudo, o condicionamento e a força física do idoso de 93 anos sugerem que não é necessária abundância de capacidade muscular e aeróbica à medida que envelhecemos, mas o exercício pode ajudar a construir e manter um corpo forte e capaz, independentemente da nossa idade.

Fonte: Journal of Applied Physiology