Hidroxicloroquina pode alterar o DNA de ratos e causar mutações genéticas

Hidroxicloroquina pode alterar o DNA de ratos e causar mutações genéticas

Por Natalie Rosa | Editado por Luciana Zaramela | 06 de Agosto de 2021 às 14h50
HeungSoon/Pixabay

No início da pandemia, o medicamento antimalárico hidroxicloroquina chegou a ser testado para o tratamento da COVID-19, mas resultados concretos de eficácia contra o coronavírus não foram apresentados. Agora, mais de um ano depois, um novo estudo mostra que o remédio pode trazer consequências graves à saúde, principalmente quando usado sem indicação médica.

Em testes com ratos, cientistas descobriram que o medicamento alterou o DNA dos animais, até mesmo quando usado em dosagens comuns. Isso significa que o uso prolongado pode resultar em altas chances de desenvolvimento de câncer. No estudo, os cientistas disseram que o alarde em torno do medicamento foi o que motivou as pesquisas.

Imagem: Reprodução/aleksandarlittlewolf/Freepik

"Percebemos que, embora o medicamento seja amplamente usado para o tratamento de doenças que vão desde a malária até a artrite reumatoide, seus exatos mecanismos de ação estão apenas começando a ser compreendidos", conta Ahmad Besaratinia, professor da Universidade do Sul da Califórnia e um dos responsáveis pela pesquisa.

Quer ficar por dentro das melhores notícias de tecnologia do dia? Acesse e se inscreva no nosso novo canal no youtube, o Canaltech News. Todos os dias um resumo das principais notícias do mundo tech para você!

O cientista explica que o estudo foi feito com um sistema de cultura de células derivadas das células embrionárias de um camundongo, usando doses em quantidades que são administradas a pacientes reais. "Esse medicamento é capaz de induzir mutação genética, o que significa que devemos medir os riscos e benefícios do seu uso com cuidado, principalmente em contexto de ensaios clínicos", completa Besaratinia.

O estudo completo está disponível na disponível na plataforma Science Direct.

Fonte: IFL Science

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.