Governo publica edital para compra de 100 milhões de doses de vacina da Pfizer

Governo publica edital para compra de 100 milhões de doses de vacina da Pfizer

Por Fidel Forato | Editado por Luciana Zaramela | 06 de Maio de 2021 às 17h02
Maksim Goncharenok/ Pexels

Nesta quinta-feira (6), o Ministério da Saúde um novo extrato de dispensa de licitação para compra de mais doses da vacina desenvolvida pela farmacêutica norte-americana Pfizer e pela empresa de biotecnologia alemã BioNTech. Segundo o valor descrito no Diário Oficial da União, o novo lote de vacinas contra a COVID-19 deve custar R$ 6,6 bilhões para os cofres públicos.

Em post nas redes sociais, o Ministério da Saúde informou que o valor será destinado para a compra de 100 milhões de doses da vacina contra COVID-19 da Pfizer/BioNTech. O anúncio também foi feito, nesta tarde, pelo ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, durante sua passagem pelo Congresso Nacional. As novas doses anunciadas poderão proteger 50 milhões de brasileiros contra a doença.

Quer ficar por dentro das melhores notícias de tecnologia do dia? Acesse e se inscreva no nosso novo canal no youtube, o Canaltech News. Todos os dias um resumo das principais notícias do mundo tech para você!

"A expectativa é de que os imunizantes comecem a chegar no Brasil ainda este ano. O Governo Federal já tem garantidos em contrato outros 100 milhões de doses da vacina da Pfizer, que já começaram a ser distribuídas no país", afirma a Saúde.

Brasil investe 6,6 bilhões de reais na compra de mais 100 milhões de doses da vacina da Pfizer/BioNtech (Imagem: Reprodução/Ali Raza/Pixabay)

Anteriormente, a Saúde comentou negociar com a farmacêutica Pfizer a compra de mais 100 milhões de doses do imunizante contra o coronavírus SARS-CoV-2. Até então, o Brasil possuía um único contrato firmado para a aquisição de outras 100 milhões de doses da vacina.

Na semana passada, chegou ao Brasil o primeiro lote de 1 milhão de vacinas da Pfizer/BioNTech contra o coronavírus. Atualmente, algumas regiões do país já distribuem doses do imunizante, como a capital de São Paulo, que deve aplicar as 135,7 mil doses com a primeira leva da fórmula contra a COVID-19 recebida.

Para acessar a página do Diário Oficial da União, clique aqui.

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.