Estudo: cães e gatos com covid-19 estão desenvolvendo doenças cardíacas

Estudo: cães e gatos com covid-19 estão desenvolvendo doenças cardíacas

Por Fidel Forato | Editado por Luciana Zaramela | 06 de Novembro de 2021 às 17h30

Até agora, a maioria das infecções do coronavírus SARS-CoV-2 em animais domésticos tendem a ser assintomáticas. No entanto, um novo estudo apontou para o risco de miocardite — um tipo de inflamação que afeta o coração, considerada grave — em cachorros e gatos. Os animais foram contaminados pela variante Alfa (B.1.1.7) do vírus da covid-19, identificada pela primeira vez no Reino Unido.

Publicado na revista científica VetRecord, o estudo observou que a maioria dos animais apresentou a doença depois que seus tutores foram infectados pelo coronavírus. Por enquanto, "não se sabe se a variante B.1.1.7 do Reino Unido pode infectar mais facilmente certas espécies animais ou aumentar a possibilidade de transmissão de pessoa para animal", explicam os autores.

Cães e gatos podem apresentar complicações cardíacas em decorrência do coronavírus (Imagem: Reprodução/Andrew S/Unsplash)

No total, o levantamento identificou seis animais que foram infectados pela covid-19 e apresentaram complicações cardíacas da doença. Metade deles testou positivo em exame do tipo RT-PCR, enquanto a outra metade apresentou anticorpos contra SARS-CoV-2 2, em média, 6 semanas após desenvolverem sinais de doença cardíaca.

Quer ficar por dentro das melhores notícias de tecnologia do dia? Acesse e se inscreva no nosso novo canal no youtube, o Canaltech News. Todos os dias um resumo das principais notícias do mundo tech para você!

"Muitos tutores desses animais de estimação desenvolveram sintomas respiratórios de 3 a 6 semanas antes de seus animais ficarem doentes e também tiveram resultado positivo para a covid-19", comentam os pesquisadores sobre a possível origem da infecção. Curiosamente, nenhum animal apresentou sintomas respiratórios da covid-19, apenas as alterações cardíacas.

Entenda os resultados do estudo com cães e gatos com covid

"Nosso estudo relata os primeiros casos de cães e gatos afetados pela variante alfa da covid-19 e destaca, mais do que nunca, o risco de que animais de companhia possam ser infectados pelo SARS-CoV-2", explicou Luca Ferasin, um dos autores do estudo e pesquisador do Ralph Veterinary Referral Centre, no Reino Unido.

“Também relatamos as manifestações clínicas atípicas caracterizadas por anormalidades cardíacas graves, que é uma complicação bem conhecida em pessoas afetadas pela covid-19, mas nunca descrita em animais de estimação antes", comentou Fersain.

"No entanto, a infecção por covid-19 em animais de estimação permanece uma condição relativamente rara e, com base em nossas observações, parece que a transmissão ocorre de humanos para animais de estimação, ao invés do contrário”, completou o pesquisador.

Para acessar o estudo completo sobre os animais domésticos infectados pela variante Alfa do coronavírus, clique aqui.

Fonte: Bioengineer  

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.