Publicidade
Economize: canal oficial do CT Ofertas no WhatsApp Entrar

Diabetes | Teste de saliva pode substituir a picada diária no dedo

Por| Editado por Luciana Zaramela | 01 de Dezembro de 2023 às 11h48

Link copiado!

Twenty20photos/Envato Elements
Twenty20photos/Envato Elements

No Canadá, cientistas da Universidade de Sherbrooke desenvolvem um novo teste caseiro de saliva capaz de medir o nível de diabetes, de forma mais simples e eficaz, que os exames de sangue tradicionais — aqueles que envolvem uma picada no dedo.

Ainda não disponível no mercado, o teste rápido de saliva consegue detectar dois biomarcadores do diabetes nas amostras: a glicose (o nível de açúcar) e a adenosina monofosfato (AMP). Esta última é uma pequena molécula normalmente associada com doenças gengivais.

Novo teste de saliva

Continua após a publicidade

Aqui, vale explicar que tanto a saliva quanto o sangue compartilham inúmeros biomarcadores, com a diferença de que é muito mais simples coletar uma amostra de saliva. Afinal, é algo zero invasivo, sem nem mesmo uma picadinha nos dedos.

Por isso, a saliva já é explorada há anos como forma de diagnóstico. No entanto, o rastreio desses biomarcadores nem sempre é tão preciso com testes rápidos, como o que os cientistas canadenses propõem. Nesse contexto, eles desenvolveram uma nova plataforma de detecção, em fase de validação.

Melhor acompanhamento do diabetes

Continua após a publicidade

Em artigo publicado na revista científica ACS Sensors, os pesquisadores contam que adaptaram um tipo de sensor que já é usado na análise de amostras de sangue. Isso porque ele é altamente sensível.

Para entender, é um biossensor eletroquímico baseado em aptâmero. Nos testes de sangue ou de saliva, ele gera uma resposta eletroquímica mensurável quando um pedaço de DNA ou RNA especialmente projetado, conhecido como aptâmero, se liga ao alvo desejado.

Segundo os autores, a estratégia foi eficaz na medição dos níveis de glicose e da AMP, apresentando os resultados em cerca de 30 segundos. Inclusive, estes dois biomarcadores podem ser identificados em concentrações muito mais baixas do que as normalmente encontradas na saliva.

Com a proposta de facilitar a monitorização da saúde em casa, os cientistas querem continuar os estudos com o teste de saliva e validá-lo em grandes populações para que possa ser usado no mundo real, ajudando milhares de pessoas com diabetes.

Continua após a publicidade

Fonte: ACS Sensors e ACS