De novo: Butantan paralisa envase da CoronaVac por falta de insumos

De novo: Butantan paralisa envase da CoronaVac por falta de insumos

Por Fidel Forato | Editado por Luciana Zaramela | 06 de Maio de 2021 às 19h18
_Tempus_/Envato

Nesta quinta-feira (6), o Instituto Butantan precisou paralisar, pela segunda vez, o envase de novas doses da vacina CoronaVac contra a COVID-19. Isso porque o Insumo Farmacêutico Ativo (IFA) — a matéria-prima do imunizante contra o coronavírus SARS-CoV-2 — está em falta no país e um novo carregamento do insumo ainda precisa ser enviado da China para o Brasil para a retomada da produção.

Na quarta-feira (6), o Butantan solicitou à empresa chinesa Sinovac, a responsável pelo desenvolvimento da CoronaVac, o envio de 6 mil litros do IFA. Quando chegar o montante, será possível o envase de aproximadamente 10 milhões de doses da vacina contra a COVID-19. No entanto, o próximo carregamento deve conter apenas 2 mil litros do insumo e aportará no Brasil nos próximos dias.

Butantan paralisa envase de novas doses da CoronaVac (Imagem: Reprodução/Diana Polekhina/Unsplash)

De acordo com o Instituto, a fábrica está ativa e, agora, processa apenas doses da vacina contra a gripe (influenza), enquanto aguarda o próximo lote da matéria-prima da CoronaVac. Vale lembrar que o Butantan trabalha, atualmente, no fornecimento de duas campanhas simultâneas de vacinação brasileiras: a da gripe; e a da COVID-19.

Quer ficar por dentro das melhores notícias de tecnologia do dia? Acesse e se inscreva no nosso novo canal no youtube, o Canaltech News. Todos os dias um resumo das principais notícias do mundo tech para você!

Butantan entregou mais um milhão de doses da CoronaVac

Na manhã de hoje, o Butantan entregou mais 1 milhão de doses da vacina CoronaVac para que o Ministério da Saúde distribua entre os estados brasileiros. "Com isso, desde o dia 17 de janeiro, já foram fornecidas 43,112 milhões de doses da CoronaVac ao Programa Nacional de Imunizações [PNI]", afirma o Instituto, nas redes sociais.

Fonte: G1  

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.