Cientistas criam chiclete que neutraliza coronavírus

Cientistas criam chiclete que neutraliza coronavírus

Por Nathan Vieira | Editado por Luciana Zaramela | 08 de Dezembro de 2021 às 12h40
davidpereiras/envato

E se o mais novo aliado na luta contra a covid-19 fosse um... chiclete? Em um recente estudo, pesquisadores da University of Pennsylvania misturaram um chiclete a uma proteína chamada ACE2, o que resultou na redução da carga viral na saliva, impedindo assim a transmissão do coronavírus. O artigo foi publicado na revista Molecular Therapy.

Os pesquisadores estudavam a proteína ACE2 para tratar hipertensão, e cultivavam-na em laboratório. E como já é sabido no meio científico que o receptor para ACE2 em células humanas também se liga à proteína spike do SARS-CoV-2, e que injeções de ACE2 podem reduzir a carga viral em pessoas com infecções graves, eles resolveram testá-la em forma de goma de mascar.

Para testar o chiclete, a equipe cultivou ACE2 em plantas com outro composto que permite que a proteína atravesse as barreiras da mucosa e facilite a ligação. Posteriormente, incorporaram o material vegetal em chicletes com sabor de canela. Depois de expor a goma a amostras de saliva de pacientes que testaram positivo para covid-19, os cientistas comprovaram que a guloseima com ACE2 conseguiu neutralizar o SARS-CoV-2.

Estudo mostra que chiclete misturado com proteína pode neutralizar o coronavírus (Imagem: Daniell et. al, 2021)

Segundo o artigo, o chiclete evitou em grande parte que as partículas virais entrassem nas células, seja bloqueando o receptor ACE2 nas células ou ligando-se diretamente à proteína spike. Atualmente, a equipe pretende avaliar se a abordagem é segura e eficaz quando testada em pessoas infectadas com covid-19.

Fonte: Molecular Therapy

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.