Brasil é um dos escolhidos da Rússia para testar medicamento contra a COVID-19

Por Natalie Rosa | 25 de Setembro de 2020 às 20h30
Reprodução: Reproductive Health Supplies Coalition

O Brasil vai receber da Rússia a distribuição de um medicamento para o combate da COVID-19 chamado Avifavir, segundo informações da Folha na última quinta-feira (24). O acordo, fechado entre o fundo soberano da Rússia com uma farmacêutica do país, a ChemRar, irá beneficiar 17 países no total.

O fundo também foi o responsável pela criação da vacina Sputnik V, e o medicamento segue em processo de negociação com um laboratório privado brasileiro, ainda sem nome divulgado e que depende da aprovação da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa).

O Avifavir, também conhecido como favipiravir, é fabricado pela Fujifilm e vem sendo usado no Japão desde 2014 para o tratamento de uma gripe chamada Avigan, inibindo a enzima polimarase, encarregada de fazer com que a doença se reproduza. Na Rússia, os testes já começaram a ser feitos com uma versão genérica, liberando 60 mil doses para uso emergencial ainda em junho, em 74 regiões.

De acordo com o Ministério da Saúde da Rússia, 940 pacientes que foram tratados com o medicamento receberam o acompanhamento, com 30% deles tendo o coronavírus eliminado do organismo e 70% apresentando redução de sintomas pela metade.

Imagem: Reprodução/Gabrielle R/Unsplash

Na última quarta-feira (23), os resultados da fase 3 de testes do Avifavir foram apresentados pela Fujifilm, que concluiu que o medicamento é eficaz para o tratamento de casos leves da COVID-19. A ação do remédio no organismo é semelhante ao remdesivir, que também foi testado para o tratamento da doença.

Os países que devem receber os medicamentos são:

  1. África do Sul;
  2. Arábia Saudita;
  3. Argentina;
  4. Brasil;
  5. Bulgária;
  6. Chile;
  7. Colômbia;
  8. Emirados Árabes Unidos;
  9. Equador;
  10. Eslováquia;
  11. El Salvador;
  12. Honduras;
  13. Kuwait;
  14. Paraguai;
  15. Panamá;
  16. Sérvia;
  17. Uruguai.

Fonte: Folha

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.