Acabar com a pandemia não vai ser tão fácil assim, dizem cientistas

Por Natalie Rosa | 05 de Agosto de 2020 às 07h50
Reprodução: Pixabay

A esperança do mundo todo, desde março deste ano, é que logo saia a vacina contra a COVID-19, encerrando de vez a pandemia. Porém, na realidade, as coisas não são tão simples assim, segundo os cientistas.

Mesmo com a chegada de uma vacina comprovadamente efetiva contra o novo coronavírus, pode levar meses ou anos até que a sociedade volte à normalidade. O site do The Washington Post conversou com profissionais da área, que explicaram o que pode acontecer assim que a vacina estiver pronta e distribuída a todos.

Yonatan Grand, professor assistente de doenças infecciosas e imunologia da Universidade de Harvard, nos Estados Unidos, diz que a vacina não vai funcionar como um botão que reinicia tudo assim que é apertado. Para Jeremy Farrar, diretor do grupo Wellcome Trust, instituição que financia pesquisas em saúde, a infecção não vai embora porque, agora, ela se trata de uma infecção endêmica humana, o que significa que ela persistirá por anos.

Imagem: Reprodução

Os especialistas alertam ainda que a vacina irá nos proteger apenas de casos mais severos da COVID-19, caso haja uma produção em massa para todo o mundo. No entanto, existem alguns empecilhos, como as comunidades anti-vacinas, que vêm ganhando força nos Estados Unidos, e isso significa que haverá grandes grupos de pessoas não imunizadas.

Ainda assim, dizer que uma vacina é segura e efetiva não significa, necessariamente, que ela tenha 100% de eficácia. Pessoas do grupo de risco, como idosos, podem reagir de diferentes formas de acordo com o sistema imunológico de cada um, em comparação com pessoas mais jovens.

Então, basicamente, pode ser que as primeiras vacinas funcionem mais como as vacinas da gripe, que acontecem de forma sazonal. No entanto, mesmo com a eficácia não chegando a 100%, na pandemia, com certeza, o coronavírus terá a sua velocidade de contágio reduzida.

 

 

Fonte: Futurism

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.