Cão-robô da Boston Dynamics reproduz dança clássica de Mick Jagger; veja o vídeo

Cão-robô da Boston Dynamics reproduz dança clássica de Mick Jagger; veja o vídeo

Por Gustavo Minari | Editado por Douglas Ciriaco | 05 de Novembro de 2021 às 10h42
Reprodução/Boston Dynamics

A Boston Dynamics encontrou um jeito inusitado para comemorar o aniversário de 40 anos do álbum Tattoo You, dos Rolling Stones. A empresa colocou o seu cão-robô Spot para dançar ao lado do vocalista Mick Jagger ao som da música "Start Me Up", de 1981.

Com o nome sugestivo de “Spot Me Up”, o vídeo mostra o robô dançarino tentando imitar os movimentos do líder da banda inglesa. Para ajudar no realismo, a sequência foi sincronizada com o clipe original da canção, incluindo a participação de todos os integrantes dos Stones.

Conforme a música vai avançando, a câmera revela que outros robôs fazem parte dos “Rolling Spots”, com imitações precisas e impressionantes de Keith Richards e Ronnie Wood. Tem até um baterista robótico ao fundo para homenagear Charlie Watts, que morreu em agosto de 2021 aos 80 anos.

Não é a primeira vez

Em junho deste ano, a Hyundai lançou um vídeo para comemorar a compra da Boston Dynamics. Na época, a empresa exibiu sete Spots dançando em sincronia com a música “IONIQ: I'm On It”, da banda sul-coreana BTS. A sequência de movimentos coordenados viralizou na internet.

Em outubro de 2018, o cão-robô já mostrava todo seu talento artístico ao dançar Uptown Funk, de Mark Ronson e Bruno Mars, com direito a moonwalk — o famoso passo em que o dançarino se move para trás enquanto parece caminhar para frente — eternizado pelo Rei do Pop, Michael Jackson.

Spot

O cão-robô foi colocado à venda pela Boston Dynamics em 2019. Cada unidade custa hoje US$ 75 mil (cerca de R$ 420 mil em conversão direta e sem considerar os impostos). Embora seja possível levar o robô para casa por essa quantia, o quadrúpede é voltado para aplicações industriais e militares.

Na prática, ele é um robô articulado que consegue se locomover com a ajuda de sensores especializados e recursos de aprendizagem de máquina. O braço robótico multifunção pode ser usado para levantar pesos, agarrar objetos e executar movimentos mais finos, como abrir uma porta.

Durante esse curto período de vida, variantes do Spot enfrentaram polêmicas relacionadas ao seu uso. A ideia de ter um cão-robô como integrante das forças de segurança não agradou a população de Nova York, nos EUA. Em abril deste ano, o robô foi filmado durante uma ação da polícia em resposta a uma invasão domiciliar.

A repercussão do caso foi tão ruim, que o departamento de polícia da cidade decidiu retirar o robô das ruas. Muitos especialistas consideraram a implantação do Spot em ambientes civis uma militarização desproporcional e perturbadora para uso policial. Desde então, parece que o bot terá um longo caminho a percorrer antes de sair das pistas de dança e se aventurar no mundo real.

Fonte: Tech Xplore

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.