Xiaomi lidera o mercado global de wearables no segundo trimestre

Por Redação | 03.08.2017 às 15:11

A Xiaomi acaba de se tornar a maior distribuidora e fabricante global de wearables, superando concorrentes de peso do setor como a Apple e a Fitbit.

De acordo com o recente relatório da Strategy Analytics, a Xiaomi vendeu 37 milhões de unidades neste segundo semestre de 2017. Com o resultado positivo, a companhia chinesa passa a representar 17,1% do mercado global de dispositivos "vestíveis", além de liderar o ranking do setor pela primeira vez.

No ano passado, a Xiaomi conquistou a marca de 3 milhões de unidades vendidas, com 15% da participação no mercado, enquanto a Fitbit, até então em primeiro lugar, detinha 28,5% da fatia. Entretanto, desde o ano passado, a Fitbit entrou em declínio, fechando o segundo trimestre com 15,7% de participação de mercado, com 5,7 milhões de unidades vendidas.

A recente ascenção da Xiaomi no segmento de wearables se deve, em grande parte, à sua linha de pulseiras fitness Mi Band, que se destacaram no mercado por serem relativamente acessíveis, além de oferecerem os principais recursos de dispositivos concorrentes.

Apesar de perder a primeira colocação no mercado, a Fitbit confirmou que revelará a sua próxima linha de smartwatches em breve, algo que pode recuperar de forma considerável os números das vendas da companhia até o final deste ano.

Fonte: Engadget, Strategy Analytics