Siga o @canaltech no instagram

Um dos melhores anos fiscais da Microsoft rendeu US$ 25 milhões a Satya Nadella

Por Jessica Pinheiro | 17 de Outubro de 2018 às 13h11
Tudo sobre

Microsoft

Saiba tudo sobre Microsoft

Ver mais

A Microsoft divulgou nesta terça-feira (16) seu relatório fiscal anual, compreendendo o período que foi de junho de 2017 a junho de 2018. Entre outras coisas, o documento revelou que o CEO Satya Nadella registrou um ganho de US$ 25,84 milhões em indenizações, além de salários, prêmios em ações e bônus em dinheiro.

Em comparação com o ano passado, as indenizações de Nadella aumentaram em mais de US$ 5 milhões, com vários setores da Microsoft atingindo marcos importantes. Na imagem abaixo, a remuneração do CEO da empresa é detalhada, bem como a de outros executivos de alto escalação, nos últimos dois anos:

(Imagem: Microsoft)

A revelação da remuneração responde às novas regras do mercado financeiro, que exigem que as empresas públicas divulguem as taxas de remuneração dos seus presidentes executivos. O mais interessante é observar como os ganhos de Nadella se comparam aos dos funcionários médios da Microsoft. O desempenho do executivo, inclusive, foi avaliado recebendo uma nota de 130% em um total de 200%.

Participe do nosso Grupo de Cupons e Descontos no Whatsapp e garanta sempre o menor preço em suas compras de produtos de tecnologia.

Nessa avaliação pública, Nadella foi elogiado pelo serviço de nuvem da empresa, que faturou US$ 23 bilhões em 2018, e a divisão de jogos, que obteve US$ 10 bilhões em receita. O documento também menciona o LinkedIn e o GitHub, afirmando que a estratégia de integração foi bem-sucedida, “aproveitando as sinergias e mantendo a independência operacional do LinkedIn”. Sobre a plataforma de repositórios de códigos-fonte online, a aquisição ainda aguarda aprovação regulamentar, mas já “representa uma nova e importante maneira de atender aos desenvolvedores e contribuir para o crescimento sustentável a longo prazo”.

Referência não apenas nos números

Pela primeira vez, as ações da Microsoft cruzaram a barreira dos US$ 100, atingindo um recorde de US$ 110 bilhões em receita. Além disso, uma das grandes conquistas da companhia foi se manter longe de escândalos e controvérsias que atingiram outras empresas de tecnologia nos últimos tempos.

Outra ação tomada pela empresa foi sua posição de defesa contra hackers. A Microsoft até mesmo começou a oferecer um novo programa de segurança cibernética para ajudar candidatos e organizações políticas a se protegerem contra cibercriminosos. Isso faz parte das ações de Nadella e sua busca para revisar a cultura da empresa.

Esta vem sendo uma das principais prioridades durante o "mandado" de Nadella em seus quatro anos como CEO. A Thompson Reuters, inclusive, incluiu a Microsoft em seu Índice de Diversidade e Inclusão 2018, sendo uma das 100 organizações mais diversificadas entre as 7.000 empresas de capital aberto avaliadas.

A empresa continua a lidar com questões de diversidade em suas equipes, lutando contra discriminação de gênero e apoiando outras causas sociais.

Fonte: Geek Wire

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.