Spotify fecha quarto trimestre de 2018 com recorde de assinantes

Por Rafael Rodrigues da Silva | 06 de Fevereiro de 2019 às 20h30
Divulgação
Tudo sobre

Spotify

Saiba tudo sobre Spotify

Ver mais

O Spotify divulgou nesta quarta-feira (6) os resultados financeiros do quarto trimestre de 2018 da empresa (período entre outubro e dezembro), que revelam um crescimento saudável na quantidade de assinantes da plataforma de streaming.

De acordo com o relatório, a empresa fechou o período com rendimentos de € 1,5 bilhão (cerca de R$ 6,32 bilhões) , que representou um aumento de 30% do período anterior. Já o lucro da empresa aumentou 42%, passando de € 282 milhões (cerca de R$ 1,1 bilhão) para € 399 milhões (cerca de R$ 1,6 bilhão).

Esse crescimento veio principalmente pelo aumento do número de usuários premium (que pagam uma mensalidade) da plataforma, que cresceu 36% desde o último trimestre de 2017, alcançando o número de 96 milhões de usuários pagantes. Esses usuários contribuem com 89% de toda a receita gerada pelo app, enquanto os outros 11% provêm da vinculação de anúncios para os usuários gratuitos.

Gráfico da separação geográfica dos usuários do Spotify em geral (à esquerda) e do Spotify Premium (à direita) (Imagem: Spotify)

De acordo com os dados revelados, o Spotify possui hoje 207 milhões de usuários mensais (pessoas que utilizam o app pelo menos uma vez por mês), com 36% desses usuários localizadas em países da Europa, 30% na América do Norte e 22% na América Latina. Já entre os assinantes Premium, a fatia da Europa é ainda maior, e 40% dos usuários pagantes do app estão no continente.

A empresa também aproveitou a oportunidade para revelar alguns planos de expansão, principalmente na área de podcasts. Em 2018, o Spotify já adquiriu duas grandes plataformas de podcasts — a Gimlet e a Anchor — e já é a segunda maior plataforma do mundo neste tipo de mídia, ficando apenas atrás da Apple. A empresa acredita que, dentro dos próximos anos, 20% de tudo o que será escutado no Spotify serão conteúdos não-musicais, e por isso está focada em aumentar seus investimentos na área de podcasts.

Fonte: GSM Arena

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.