Twitter ainda considera implementar sistema de reações estilo Facebook e Orkut

Twitter ainda considera implementar sistema de reações estilo Facebook e Orkut

Por Alveni Lisboa | Editado por Douglas Ciriaco | 25 de Março de 2021 às 11h45

O Twitter voltou a testar o uso de reações semelhantes às do Facebook e do finado Orkut. Alguns usuários receberam pesquisas para opinar se teriam interesse em usar conjuntos de emojis para expressar suas emoções nos tuítes. Além dos já conhecidos corações e a carinha dando risada, a rede do passarinho azul estuda colocar reações de reflexão/conhecimento, tristeza, empolgação/surpresa, concordância e discordância.

A pesquisa quer saber quais emojis traduzem melhor cada sentimento. Para a reação "Awesome", por exemplo, caberiam os ícones de fogo ou a carinha surpresa — ambos podem significar algo “incrível”, porém abrem espaço para diferentes interpretações. O mesmo se aplica ao “Concordo” e “Discordo”: as mãozinhas com polegar para cima ou para baixo podem representá-las da mesma maneira que os ícones 100 e NO, porém com sutis diferenças de uso.

(Imagem: Reprodução/WFBrother/Twitter)

O levantamento também busca saber como seriam empregadas as reações de irritação e de “Não Gostar”. Os usuários podem escolher entre várias opções, o que inclui sentir-se desconfortável ou julgado se seus tweets receberem tais emojis. A ideia é evitar que as pessoas se sintam mal por ter seu post mal avaliado.

Hoje, o Twitter possui um conjunto de reações para as mensagens diretas que permitem usar o polegar para cima (gostei) ou para baixo (não gostei). Mas ser rejeitado em modo privado é bem diferente de ter seus posts públicos mal avaliados.

O finado Orkut inovou ao adotar as reações (Imagem: Reprodução/Google)

Rejeição e aceitação pública

O site TechCrunch conseguiu extrair de um porta-voz da rede social uma declaração sobre essa novidade. "Estamos explorando outras maneiras de as pessoas se expressarem em conversas que acontecem no Twitter", teria dito a fonte não identificada. Isso deixa espaço aberto para trazer outros tipos de emoções, embora ainda não haja mais detalhes.

Em junho do ano passado, o Canaltech já havia divulgado os testes feitos pela rede de Jack Dorsey com expressões emotivas. Pouco tempo depois, a plataforma desmentiu os rumores e disse que se tratava apenas de experimentos. Os primeiros indícios do uso de reações no Twitter surgiram no ano de 2015, mas até então a rede não havia chegado ao ponto de questionar usuários sobre o seu uso.

No ano passado, o Twitter já estava experimentando as reações (Imagem: Reprodução/Jane Manchun Wong/Twitter)

A única certeza é que os emojis finais escolhidos pelo Twitter, caso a ideia siga em frente, vão tornar a plataforma mais humanizada. Como a mente humana é algo extremamente complexo, a rede deve colher os bônus e também os ônus das escolhas dos usuários. Resta saber se isto será algo que valha o risco.

O que você acha das reações a tuítes? Seria algo positivo ou negativo para a plataforma social? Comente.

Fonte: WFBrother, TechCrunch

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.