Para que servem as hashtags no Instagram?

Para que servem as hashtags no Instagram?

Por Alveni Lisboa | Editado por Douglas Ciriaco | 15 de Abril de 2022 às 09h00
Rodrigo Folter/Canaltech

As hashtags foram criadas inicialmente para reunir conteúdos específicos de uma temática em um mesmo local. No Instagram, o uso delas não é muito diferente do propósito original, porque ajuda a organizar a exibição de posts de forma inteligente. Mas será que o seu uso tem algum impacto na rede social?

No final de março, o chefe do Instagram, Adam Mosseri, disse em um story que as hashtags não ajudam usuários a obter mais visualizações Apesar disso, o propósito das palavras precedidas de jogo da velha ainda tem uma relevância grande para a mídia.

As hashtags são muito usadas por profissionais no Instagram, mas elas são realmente efetivas? (Imagem: vectorjuice/FreePik)

São poucos os usuários que fazem busca por hashtags na rede e a maioria foca em temas bem específicos quando o fazem. Usar uma palavra-chave #SaoPaulo para falar sobre um curso presencial, por exemplo, é menos eficiente do que usar o termo #Capacitacao ou #Treinamento.

Se não aumenta os views, as pessoas não procuram e nem gera mais engajamento, porque os gestores de redes sociais e profissionais de marketing continuam a usar hashtags?

Uso das hashtags no Instagram

A resposta foi dada pelo próprio Mosseri: “Elas [hashtags] nos ajudam a entender sobre o que é um post, o que significa que pode ser mais provável aparecer em destaque na página de hashtag, por exemplo. Mas, em geral, não, eu não tentaria pensar em hashtags como uma maneira de obter mais distribuição”, explicou ao responder a uma pergunta do usuário em suas histórias.

Na prática, o que uma hashtag faz é indicar para o algoritmo do Instagram do que trata aquela publicação. Este não é o único recurso usado pela inteligência artificial, há uma dezenas de outros envolvidos, mas facilita bastante o trabalho dos robôs de categorizar aquela foto ou vídeo.

A única maneira de as palavras-chave serem eficazes é se as pessoas se envolverem com o conteúdo, o que sinalizaria para o Instagram existir alto valor agregado. Por exemplo: não adianta criar uma hashtag com o nome da sua empresa se suas publicações não obtêm mais do que 3 ou 4 curtidas, porque isso é muito pouco para considerar um termo valioso.

Há hashtags melhores que outras?

É relativamente comum ver empresas e marcas usarem hashtags de forma aleatória, com foco em assuntos em alta e que nada tem a ver com a foto ou a legenda publicação. Essa estratégia até pode render exibições para alguém em busca por um meme ou assunto, mas dificilmente vai ajudar no engajamento — pelo contrário, se muita gente passar batida pelo seu post (sem curtir, comentar ou clicar para visualizá-lo) o algoritmo entende não haver relevância.

Esse é o tipo de coisa que muitas marcas e criadores fazem, mas que não traz nenhum resultado positivo para a publicação (Imagem: Reprodução/Follows.com)

O mesmo vale para o uso indiscriminado de termos muito específicos (como #melhorhamburgerSP) ou para quem coloca 15 ou 20 hashtags no fim da publicação. Além de poluir o visual do seu post, o excesso de marcações deixa o algoritmo confuso, o que pode fazê-lo marcar sua publicação como spam, e consequentemente reduzir o alcance.

Portanto, se você deseja pegar carona em algum assunto que está "hitado" no momento, apenas faça um conteúdo que tenha ligação com aquela hashtag. O Instagram vai exibir a publicação para quem segue aquela hashtag ou em postagens sugeridas: se as pessoas gostarem, o seu post pode viralizar.

Devo ou não usar hashtags?

Diferentemente do Twitter, no qual o uso de uma hashtag repetidamente faz o assunto ir parar nos "Assuntos do Momento", no Instagram é a interação que vale. Se você criar um bot para fazer spam de uma palavra apenas para torná-la mais popular, apenas conseguirá fazê-la cair na lista de hashtags banidas da rede.

Empresas que usam entre 1 e 2 hashtags tem melhor média de interação no Instagram (Imagem: Divulgação/Emplifi)

Uma pesquisa realizada pela empresa Emplifi revelou que as hashtags são mais eficazes quando usadas de modo mais comedido na rede social. Embora não haja um número mágico, uma regra de ouro que muitos social media respeitados dão é usar entre uma e três hashtags, no máximo.

Em resumo, o que faz um post bombar não é a hashtag associada a ele, mas sim a qualidade do conteúdo. Trata-se de uma correlação, e não de causa/efeito. Você deve usá-la sempre para guiar os robôs do Insta, mas sem forçar a barra ou tentar manipular o algoritmo.

Fonte: Adam MoseriHootsuit

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.