Zuckerberg entrevistou astronautas da Estação Espacial usando o Facebook Live

Por Redação | 01 de Junho de 2016 às 17h51
photo_camera Reprodução/CBS

Depois de dominar a Terra com o Facebook, Mark Zuckerberg está alçando novos voos. Direto do espaço, Tim Kopra, Tim Peake, e Jeff Williams, os três astronautas à bordo da Estação Internacional Espacial (ISS), foram entrevistados pelo executivo por meio do Facebook Live nesta quarta-feira (1).

A transmissão teve um total de 20 minutos, e Zuckerberg perguntou de tudo, desde o que os astronautas têm comido, até sobre os experimentos que são feitos na plataforma espacial.

Além de questões pré-selecionadas, Zuckerberg escolheu perguntas enviadas por internautas em tempo real durante o evento ao vivo. "Uma das coisas que tentamos fazer aqui é entender o impacto da gravidade zero no corpo humano, os muitos impactos negativos. De certa maneira, nós somos um experimento. Nos exercitamos por algumas horas durante o dia, é um alívio para a perda de densidade de ossos e massa muscular", disse Kopra na entrevista.

Além dos impactos nos músculos e ossos, testes de visão são feitos todos os dias para que os astronautas vejam se os olhos também estão sendo afetados. O objetivo de todos os testes é saber quanto tempo humanos podem durar no espaço, questão que precisa ser respondida para as futuras viagens à Marte.

Em um ponto da conversa, os astronautas, aproveitando a gravidade zero, deram um mortal, para alegria de Zuckerberg. Para os três entrevistados, morar no espaço e ver a Terra de fora é algo inacreditável. Para Peake, em especial, a visão da Terra é algo que ainda o deixa em êxtase. No momento, já faz quase seis meses que os astronautas vivem na Estação Espacial.

Nas perguntas dos internautas, um quis saber se o gosto da comida mudava no espaço. Williams disse que o gosto sofre uma mudança por causa das diferenças fisiológicas resultantes da gravidade zero. Para ele, na maioria dos casos, a comida tem um gosto sem graça. Outra internauta perguntou como os astronautas fazem para se entender, já que cada um é de um país. Kopra brincou dizendo que Peake "fala britânico" enquanto ele e Williams "falam americano", e que todos da equipe falam inglês e russo com graus variáveis de fluência.

Sobre qual é a tecnologia que mais deixa eles impressionados, Peake disse que o foguete russo Soyuz, que permanece com a mesma forma desde a década de 1960, ainda o impressiona. Além disso, a tecnologia de realidade virtual que vem sendo utilizada na ISS também foi citada.

Você pode conferir a entrevista completa abaixo:

Via: CBS

Fique por dentro do mundo da tecnologia!

Inscreva-se em nossa newsletter e receba diariamente as notícias por e-mail.