HoloLens chega ao espaço para ajudar astronautas com realidade aumentada

Por Redação | 22 de Fevereiro de 2016 às 09h31

Se você achava que o HoloLens já era uma tecnologia de outro mundo, agora pode dizer que isso é literal. A Microsoft deu um jeito de enviar seus óculos de realidade aumentada para fora do planeta para que astronautas da Estação Espacial Internacional (ISS) pudessem testar a novidade e dar aquele ar ainda mais futurista a algo que já vem chamando a atenção de todo mundo. E o resultado segue bem por este caminho.

Diretamente do espaço, o astronauta Scott Kelly publicou em seu perfil no Twitter algumas imagens em que ele aparece com o acessório de realidade aumentada. Não fazendo nada além de cara de mau, mas já é o suficiente para deixar muita gente cobiçando a sua sorte: é um dos poucos homens que pôde sair do nosso planeta, fazer um monte de coisa legal em gravidade zero e agora está testando um dos gadgets mais interessantes dos últimos anos.

Só que essa utilização do HoloLens no espaço não chega a ser nenhuma surpresa, como relembra o site Mashable. No ano passado, pouco tempo depois do anúncio dos óculos de realidade aumentada da Microsoft, o acessório foi usado pela NASA em testes do chamado Project Sidekick Thursday, um sistema que vai ajudar tanto na comunicação com os técnicos na Terra, permitindo que eles vejam as mesmas coisas que os astronautas, quanto usar a projeção de hologramas no seu jeito mais "convencional". Na época, já se dizia que não seria preciso esperar muito para que o projeto fosse colocado em prática, o que acabou se tornando verdade.

Porém, em sua postagem no Twitter, Kelly não chega a explicar como ele está utilizando o HoloLens, se para se aproximar dos demais membros da equipe que estão em nosso planeta ou apenas brincando com a realidade aumentada. Quer dizer, mal dá para ter certeza se o aparelho está ligado, já que a ideia da foto é claramente mostrar o novo brinquedo às pessoas e esfregar na cara de todo mundo que ele tem um emprego muito melhor que qualquer um de nós. E vamos combinar que, com esses óculos e em órbita na ISS, ele parece mesmo um membro da tripulação da Enterprise, de Star Trek.

Brincadeiras à parte, a expectativa é que o HoloLens seja fundamental para facilitar a vida dos astronautas, principalmente na hora de realizar tarefas um pouco mais complexas. Uma das ideias do Project Sidekick com a transmissão de imagens para a Terra é fazer com que os especialistas por aqui deem coordenadas mais precisas e específicas para os homens do espaço na hora de consertar algum equipamento. Um uso bem útil e que deve justificar os US$ 3 mil que os óculos de realidade aumentada devem custar, conforme dito pela própria Microsoft.

Via: Mashable

Canaltech no Facebook

Mais de 370K likes. Curta nossa página você!