Facebook e Instagram banem influenciadores que compartilham discursos de ódio

Por Natalie Rosa | 02 de Maio de 2019 às 17h11
screengrab Infowars
Tudo sobre

Facebook

Saiba tudo sobre Facebook

Ver mais

Em uma iniciativa de banir conteúdos de ódio e que incitam a violência, o Facebook e o Instagram acabam de bloquear personalidades que são propagadoras de teorias da conspiração, como Alex Jones e o seu Infowars. No ano passado, Jones já havia sido banido do Twitter.

Além de Alex Jones, também foram bloqueados os influencers Louis Farrakhan, Laura Loomer, Paul Nehlen, Paul Joseph Watson e Milo Yiannopoulos.

Alex Jones, criador do Infowars (Imagem: Reprodução)

A medida também envolve o bloqueio de perfis com imitações destas pessoas e grupos que tenham eles como assunto. No entanto, ainda será permitido compartilhar conteúdos que falem sobre os envolvidos desde que não violem os termos de serviço da rede social.

"Sempre proibimos indivíduos ou organizações que promovam ou envolvam violência e ódio, independente da ideologia", disse um porta-voz do Facebook à imprensa norte-americana.

Já faz algum tempo que o Facebook vem sendo acusado de permitir publicações e páginas que promovem a cultura do ódio. A rede social, porém, afirmou que está trabalhando com o tempo necessário para fazer a identificação e punir os acusados sem a chance de cometer enganos.

Fonte: Endgaget

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.