Publicidade
Economize: canal oficial do CT Ofertas no WhatsApp Entrar

Vingadores estreiam nova formação após traição histórica

Por| 08 de Maio de 2024 às 18h00

Link copiado!

Marvel Comics
Marvel Comics

Diferente da Liga da Justiça, os Vingadores costumam ter múltiplas formações e raramente reúne a Trindade Marvel como vemos a Trindade DC comandar sua equipe. Contudo, após a maior traição que o grupo sofreu desde a Guerra Civil, os Maiores Heróis do Mundo precisam se reorganizar rapidamente para estrear uma nova seleção, sob o comando do Capitão América Steve Rogers.

Atenção para possíveis spoilers de Avengers #14!

Bem, não é novidade para ninguém que Steve Rogers, Odinson e Tony Stark não se dão muito bem durante muito tempo juntos. Então, eles só costumam se reunir mesmo quando a situação exige força máxima. De outra forma, um ou outro fica ausente cuidando de suas próprias questões, enquanto um representante semelhante integra os Vingadores.

Continua após a publicidade

Nos últimos meses, Steve Rogers esteve bastante ocupado com seu novo propósito para o avanço da humanidade, enquanto os Vingadores esteve comandado por Capitã Marvel, ao lado do Capitão América Sam Wilson e do Homem de Ferro, além de um Thor também se dividindo com suas tarefas como Rei de Asgard.

Essa formação, que contava também com Visão, Doutor Estranho e Pantera Negra, entre outros, vinha dando conta do recado. Contudo, a chegada do evento Blood Hunt, com a traição histórica de Blade, comparável somente com a de Stark em Guerra Civil, obriga Steve Rogers a reunir uma nova equipe de Vingadores.

A equipe montada pelo Capitão América deve aprender rapidamente a trabalhar em conjunto para combater o poderoso exército de vampiros que assola o mundo.

A nova formação dos Vingadores

Em Avengers #14, que chega às bancas nesta semana, o Capitão América Steve Rogers convoca Mercúrio, Hazmat, Kate Bishop como Gaviã Arqueira e Hércules. A prévia da edição mostra Rogers e os integrantes em meio a uma enorme batalha de vampiros. O deus grego se destaca por estrear um traje que, possivelmente, ajuda a montanha de músculos a resistir aos chupadores de sangue.

O ataque de Blade contra os Vingadores foi cirúrgico, com uma ofensiva coordenada que não deu a mínima chance de os heróis revidarem. E aí é que brilha a vantagem de não ter uma equipe fixa: com essa convocação, Rogers ao mesmo tem em mãos um time que Daywalker pode não ter presumido; e o elemento surpresa é algo importante nesse momento de retribuição.

Continua após a publicidade

Ainda veremos como a equipe de Rogers vai se comportar contra os supervampiros de Blood Hunt, que se alimentam justamente da energia dos meta-humanos.

E, se esse grupo conseguir algum sucesso, a aposta é que, desde já, um ou dois dessa seleção permaneça nos Vingadores quando os outros tidos como mortos retornarem — nem vamos nos enganar achando que eles realmente se foram, claro.