Superman já teve sua própria versão do Mjolnir, o martelo do Thor

Por Claudio Yuge | 19 de Outubro de 2020 às 23h20
DC Comics

Como todos os fãs de super-heróis sabem, o martelo do Thor, o Mjolnir, é famoso porque é impossível que ele seja levantado se alguém não for digno de seu poder. Embora vários personagens tenham conseguido essa façanha, incluindo o Capitão América; e que em sua atual fase nos quadrinhos sua conexão com Odinson esteja um tanto instável, sua magia o torna um objeto incapaz de ser movido — e isso até mesmo já serviu para aprisionar Loki, com o peso do artefato sobre em cima do seu meio-irmão. E você sabia (ou se lembra) que o Superman também teve sua própria versão do Mjonir?

Sim, o Homem de Aço já teve um objeto com um “peso” semelhante na aclamada série limitada Grandes Astros: Superman. O escritor Grant Morrison, com uma certa dose de humor, converteu a arma mágica de arremesso que é capaz de fazer Thor voar na mais mundana ferramenta terrestre: uma chave, neste caso, da Fortaleza da Solidão.

Esta invenção incomum foi apresentada na segunda edição de Grandes Astros: Superman #2, que celebrou muitas das criações excêntricas dos quadrinhos da Era de Prata dos quadrinhos. Durante este período, Superman criou uma chave de ouro gigante para sua Fortaleza da Solidão, que era tão grande que os aviões podiam vê-la do céu — era, inclusive uma referência para ajudar na navegação pelo Ártico. O Homem de Aço se gabava pelo fato do objeto ser tão pesado que seriam necessários 100 homens para levantá-la. 

A chave gigante da Fortaleza da Solidão no passado (Imagem: Reprodução/DC Comics)

Mas se isso era um risco para quem tentasse realizar, era também uma falha de segurança, pois reunir 100 pessoas para usar a chave (que já era facilmente identificável) seria o suficiente para que um mero mortal invadisse e descobrisse todos os segredos que a Fortaleza da Solidão guarda. Aliás, em um episódio da clássica animação Superamigos, é justamente isso que a Liga da Justiça faz quando precisa entrar no local, após uma aparente morte do Superman.

Falha de segurança resolvida com seu “Mjolnir”

No segundo número de Grandes Astros: Superman, o herói detectou essa limitação no seu sistema de defesa e decidiu mudar as fechaduras da Fortaleza da Solidão. Em vez da chave de ouro gigante, ele criou uma muito pequena, que fica embaixo do tapete da porta. Lois Lane ficou surpresa ao ver que um diminuto objeto, escondido em um local tão óbvio, poderia ser o acesso à casa do Superman.

E o "Mjolnir" do Superman com a chave criada para Grandes Astros: Superman (Imagem: Reprodução/DC Comics)

Só que, ao ser convidada pelo Superman para que tentasse mover a chave, ela não conseguiu. O Homem de Aço, então, revelou que criou o objeto a partir de um material superdenso vindo de estrela-anã, com peso de meio milhão de toneladas. Isso tornou o herói a única pessoa na Terra capaz de levantá-lo — daí a razão de estar em um esconderijo tão óbvio.

E, embora não haja uma clara referência de Morrison ou um uso semelhante, a solução do escritor para a chave da Fortaleza da Solidão é, basicamente, a versão da DC Comics para o inconfundível Mjolnir.

Fonte: ScreenRant

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.