Marvel cria seu próprio Doutor Manhattan em HQ dos X-Men

Marvel cria seu próprio Doutor Manhattan em HQ dos X-Men

Por Márcio Padrão | Editado por Claudio Yuge | 02 de Junho de 2022 às 21h40
Reprodução/DC

Um dos mutantes mais poderosos da Marvel está em um momento em que parece transcender sua própria humanidade, na mesma toada do que vimos na clássica HQ Watchmen, da DC, com o onipotente Doutor Manhattan. A revelação acontece na HQ Legion of X nº 1, revista da linha dos X-Men recentemente publicada nos EUA.

Atenção: spoilers a seguir!

Estamos falando de Legião, enigmático filho do professor Charles Xavier. Nas HQs recentes, os mutantes criaram grandes colônias em Krakoa e Arakko e estão usufruindo de recursos que permitem suas próprias ressurreições e viver em Marte. Mas Legião foi além.

Na revista escrita por Si Spurrier e ilustrada por Jan Bazaldua, vemos o o filho de Xavier isolado em Olympus Mons por seis meses até que ele aparece repentinamente no centro da câmara do Conselho Silencioso de Krakoa. Ele informa a Warlock da morte de seu pai Magus (um ex-vilão dos X-Men). Nos últimos anos, Legião tem usado seus poderes divinos para criar o "Altar", uma dimensão de bolso que está de acordo com as necessidades dos mutantes que o visitam.

Cena de Legion of X nº 1 em que Legião mostra seu "Altar"; personagem da Marvel ganha traços do Doutor Manhattan da DC (Imagem: Reprodução/Marvel)

Se você leu Watchmen, uma das obras primas do autor Alan Moore e do artista Dave Gibbons, deve lembrar que o herói conhecido como Doutor Manhattan era um cientista que, por conta de um acidente de laboratório, ganhou grandes poderes sobre a manipulação da matéria e sobre o espaço-tempo, tornando-se algo próximo de um deus.

Em certo momento da trama, Manhattan se afasta da humanidade e cria um castelo de cristal paradisíaco, semelhante às engrenagens de um relógio. No final, novamente vai embora da Terra para buscar "uma galáxia menos complicada".

A relação entre Legião e Doutor Manhattan se tornou mais óbvia. Apesar do primeiro já ter demonstrado diversas vezes um poder bastante vasto, a nova HQ mostra que sua personalidade também está se tornando mais ausente e desapegada das questões mundanas — traços marcantes do herói azul criado por Moore e Gibbons na DC em 1986.

Fonte: ScreenRant

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.