Kryptonita? Lanternas Verdes poderiam matar Superman de outro jeito

Kryptonita? Lanternas Verdes poderiam matar Superman de outro jeito

Por Márcio Padrão | Editado por Claudio Yuge | 03 de Junho de 2022 às 21h40
Reprodução/DC

Jã falamos aqui no Canaltech que o Lanterna Verde consegue criar kryptonita a partir de seu anel de poder; logo, teria condições de derrotar o Superman. Mas em uma HQ de 2019, a DC demonstrou que a Tropa dos Lanternas Verdes poderia ir além ao recriar outra fraqueza do Homem de Aço.

Em The Green Lantern nº 4, por Grant Morrison e Liam Sharp, Hal Jordan e seus companheiros da Tropa impediram um ser conhecido como Comedor de Sol de dizimar uma leva de jovens sóis. Jordan percebeu que a criatura foi atraída pelas energias que vinham dos construtos dos Lanternas Verdes.

Os aneis geram objetos a partir da força de vontade de seus portadores, mas quanto maior o desejo, é preciso força de vontade coletiva para criá-lo. Por isso os heróis se uniram para criam um sol falso usando com cada parte de energia de seus anéis. Juntos, foram capazes de gerar um corpo celeste que lhes permitiu derrotar o Comedor de Sol e manter o universo seguro.

Cena de The Green Lantern nº 4 com os Lanternas Verdes criando um sol; que Superman acharia disso? (Imagem: Reprodução/DC)

Voltando ao Superman, sabemos que o herói enfraquece sob os raios de um sol vermelho, o mesmo de seu planeta natal, Krypton. É o sol amarelo de nosso sistema solar que lhe dá seus grandes poderes, por sua vez.

Se seguirmos a lógica mostrada no quadrinho escrito por Morrison, podemos supor que os Lanternas Verdes unidos poderiam gerar não apenas kryptonita, mas um sol semelhante que imitasse a radiação solar vermelha. Claro que não é o tipo de confronto que esperamos, pois todos estão do lado do bem, mas é uma possibilidade interessante que poderia ser explorada em alguma história futura.

Fonte: ScreenRant

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.