Publicidade

Por que comprar o iPhone 11 não faz mais sentido em 2024?

Por| Editado por Léo Müller | 01 de Fevereiro de 2024 às 15h55

Link copiado!

Ivo/Canaltech
Ivo/Canaltech

Lançado em 2019, o iPhone 11 ainda atrai atenção por ser um celular da Apple que segue entregando boa experiência. Para muitas pessoas, aliás, ele parece ser uma boa opção de smartphone barato da Maçã. Mas será que ainda faz sentido comprar o aparelho atualmente?

Na realidade, não. E eu vou explicar os motivos pelos quais o iPhone 11 não é mais uma boa opção em 2024 nos próximos parágrafos. E também vou, claro, recomendar duas excelentes alternativas para quem pensa em comprar o celular da Apple de 2019.

Faltam recursos importantes

Continua após a publicidade

O principal motivo para não recomendar mais o iPhone 11 é a falta de alguns recursos importantes para um smartphone em 2024. O iPhone 11 é o último celular da Apple a sair ainda com tela IPS LCD (sem contar o SE). Lá em 2019, quando ele chegou ao mercado, já havia muita cobrança sobre a Apple para que trocasse a tecnologia do painel para o OLED. Ou seja, ele já foi lançado com uma tela considerada, à época, defasada.

Outra tecnologia que a Maçã ficou devendo há quatro anos foi a conectividade 5G. É verdade que a nova geração da banda larga móvel ainda engatinhava em 2019, mas já havia países em que ela era disponibilizada. Ou seja, mais um recurso que o iPhone 11 ficou devendo.

Aqui é bom lembrar que, por ser um celular topo de linha, o iPhone (no geral) precisa trazer as principais tecnologias. Afinal, é um smartphone feito para durar muitos anos na mão do usuário. Tela com painel considerado defasado e ausência de uma tecnologia que se tornou importante logo no ano seguinte são falhas da Apple.

Continua após a publicidade
O Canaltech está no WhatsApp!Entre no canal e acompanhe notícias e dicas de tecnologia

Um terceiro recurso ausente é o MagSafe. Ele revolucionou o carregamento sem fio da Apple, mas só chegou no iPhone 12. Sem tal recurso, o iPhone 11 só consegue chegar a no máximo 7,5 W na recarga por indução. O MagSafe consegue dobrar para 15 W, graças a um alinhamento magnético perfeito. Além de tornar o carregamento sem fio melhor e mais prático, o MagSafe abre um grande leque de possibilidades de acessórios que não estão disponíveis para o iPhone 11.

Melhores alternativas

Claro que não adianta eu apenas dizer que o iPhone 11 não faz mais sentido como celular novo atualmente. E eu tenho duas alternativas a ele, sendo uma até mais barata, e outra com todos os recursos ausentes no modelo de 2019. E são ambos celulares da Apple, também.

A mais em conta é o iPhone SE de 3ª Geração, que tem 5G e MagSafe. mas fica devendo a tela OLED, já que possui ainda um painel IPS LCD. E não tem duas câmeras, ou seja, não oferece a ultra angular, presente nos outros modelos. Porém, custa cerca de R$ 2.200, enquanto o iPhone 11 fica em cerca de R$ 2.400.

Continua após a publicidade

Já o iPhone 12 é completo, incluindo 5G, MagSafe e tela OLED. Mas aí seu preço já é consideravelmente superior, chegando próximo a R$ 3.300. Por um modelo com 64 GB de armazenamento interno, mesma capacidade inicial do SE e do 11.

Além disso, o iPhone 12 possui o chip Apple A14 Bionic, que é mais potente que o A13 Bionic presente no iPhone 11. O iPhone SE de 3ª Geração é ainda mais veloz, com o A15 Bionic. E todos possuem câmeras de 12 MP, resolução fotográfica padrão da Apple por muitos anos.

Continua após a publicidade

Quando o iPhone 11 vai sair de linha?

O iPhone 11 já saiu de linha, na realidade. O modelo deixou de ser fabricado no final de 2022, quando o iPhone 14 chegou ao mercado. A Apple atualmente deixa de fabricar o modelo base do seu celular após três anos do lançamento. O 11 é de 2019, por isso não são mais produzidas novas unidades dele.

No entanto, ainda é possível encontrar o iPhone 11 embalado nas lojas brasileiras. Isso acontece por sobra de estoque, ou seja, unidades compradas pelas lojas ao longo de 2022 e que não foram vendidas. Conforme o estoque chega perto do fim, o preço pode subir.

O iPhone 11 ainda recebe atualizações?

Continua após a publicidade

O iPhone 11 deve parar de receber novas versões do sistema operacional neste ano ou em 2025. Ou seja, ele ainda receberá o iOS 17, que deve ser liberado nos próximos meses, e o iOS 18. Mas, provavelmente, não será atualizado para o iOS 19. Sendo assim, o modelo de 2019 deve receber novas versões do sistema até 2025.

No final de 2022, a Apple parou de atualizar a linha iPhone 7. A empresa já anunciou que iPhone X, 8 e 8 Plus não receberão o update para o iOS 17 em 2023. Espera-se que os modelos de 2018 não sejam agraciados com o iOS 18, em 2024.