Do energético ao notebook, Acer quer dominar mercado gamer com novos lançamentos

Por Sérgio Oliveira | 23 de Junho de 2020 às 19h08
Divulgação/Acer
Tudo sobre

Acer

Saiba tudo sobre Acer

Ver mais

A Acer tratou de deixar claro nesta terça-feira (23) que segue trabalhando firme e forte apesar do cenário de paralisação causado pelo novo coronavírus e apresentou uma série de novos produtos em um evento online para a imprensa. De bebidas energéticas a desktops, passando por cadeiras e laptops, a companhia anunciou novidades que demonstram que ela está disposta a dominar o mercado gamer com a linha Predator.

E não, você não leu errado. A Acer está entrando para o mercado de energéticos com o Predator Shot. A ideia é apostar nos gamers e oferecer um pouco mais de energia durante as gameplays. A companhia não detalhou preço nem data de lançamento, mas comentou que a bebida traz vitaminas e minerais, incluindo vitamina B e luteína.

Novidade mais inusitada do evento, Acer anunciou a Predator Shot, sua nova bebida energética para os gamers
Novidade mais inusitada do evento, Acer anunciou a Predator Shot, sua nova bebida energética para os gamers (Imagem: Divulgação/Acer)

Além disso, outra investida inusitada é a cadeira gamer Predator x Osim Gaming. A novidade chega no rastro da caríssima Predator Thronos, que custa nada menos que US$ 30 mil, numa proposta um pouquinho mais próxima do consumidor, mas ainda assim repleta de requinte e perfumaria.

Leia também: Hands-On | Acer Predator Thronos é o colo dos sonhos do gamer

A proposta é de conforto e facilidade ao extremo, com a nova cadeira da Acer vindo acompanhada de dois alto-falantes Bluetooth instalados no apoio da cabeça e um massageador com três programas de massagem: pescoço e ombros, lombar e energizante. Os controles ficam no braço direito da cadeira, que também pode ser reclinada em até 145 graus, para quem quiser dar aquela descansada nos olhos.

Predator x Osim Gaming Chair representa a entrada definitiva da Acer no mercado de cadeiras gamers. Diferencial é caixas de som Bluetooth e massageador embutidos
Predator x Osim Gaming Chair representa a entrada definitiva da Acer no mercado de cadeiras gamers. Diferencial é caixas de som Bluetooth e massageador embutidos (Imagem: Divulgação/Acer)

Predator Cestus 350

Vindo para produtos mais usuais, a Acer apresentou a nova versão de seu mouse focado em games. Com o Predator Cestus 350, a companhia oferece aos jogadores a possibilidade de criar até cinco perfis personalizados, uma para cada tipo de jogo diferente. Além disso, o sensor óptico Pixart 3335 pode ter sua sensibilidade ajustada da forma que o usuário quiser, chegando a até 16.000 DPI. Para fechar as possibilidades de personalização, o mouse conta com oito botões programáveis.

Embora seja um acessório wireless, o Predator Cestus 350 oferece até 50 horas de bateria com o RGB desativado. O carregamento é rápido e feito por um cabo USB-C que acompanha o produto.

Predator Cestus 350 tem sensor de 16.000 DPI de resolução, oito botões configuráveis, cinco perfis personalizáveis e 50 horas de bateria
Predator Cestus 350 tem sensor de 16.000 DPI de resolução, oito botões configuráveis, cinco perfis personalizáveis e 50 horas de bateria (Imagem: Divulgação/Acer)

Monitores Predator

A Acer aproveitou a ocasião para anunciar não um, nem dois, mas cinco novos monitores da linha Predator. Os produtos foram segmentados nas séries XB3 e X25, que têm propostas levemente diferentes.

A série XB3 foi agraciada com quatro novos monitores, com telas que vão das 24,5 polegadas a 31,5 polegadas, sendo essa a única diferença entre os modelos. De resto, todos eles são compatíveis com Nvidia G-Sync e trazem painéis 4K UHD com taxa de atualização de até 240Hz. Os monitores também contam com DisplayHDR 400 e tempo de resposta de até 0,5 ms. Dessa forma, produzem não apenas imagens livres de borrões de movimento, como também em alto contraste e com precisão de cores acima do padrão.

Para fechar, a linha vem com as tecnologias Acer AdaptiveLight e RGB LightSense. A primeira adapta a temperatura das cores de acordo com a luminosidade do ambiente para oferecer uma experiência mais confortável, enquanto a última é um frufru muito bacana que permite os gamers escolherem efeitos de luz que podem ser sincronizados para reagir ao jogo, músicas e vídeos.

Série XB3 de monitores gamers têm versões com 24,5 a 31,5 polegadas. Principal característica é resolução 4K, taxa de atualização de 240Hz, HDR, 0,5 ms de tempo de resposta e compatibilidade com G-Sync
Série XB3 de monitores gamers têm versões com 24,5 a 31,5 polegadas. Principal característica é resolução 4K, taxa de atualização de 240Hz, HDR, 0,5 ms de tempo de resposta e compatibilidade com G-Sync (Imagem: Divulgação/Acer)

Como é possível perceber, os monitores da série XB3 são voltados para j ogadores que está em busca, sobretudo, de altíssima resolução. Já o Predator X25 tem uma pegada um pouquinho distinta, despontando como uma opção para quem prioriza responsividade acima de qualquer coisa. O monitor vem equipado com um painel IPS de 24,5 polegadas compatível com Nvidia G-Sync e conta com as tecnologias Acer AdaptiveLight e LightSense.

A diferença fica por conta da resolução e da taxa de atualização: sai o 4K UHD e entra em cena gráficos Full HD (1.920 x 1.080 pixels) em detrimento da absurda taxa de atualização de 360 Hz com input lag de apenas 0,5 ms. Outro destaque do Predator X25 é sua ergonomia: o monitor pode ter a inclinação ajustada de -5 a -25 graus, além de poder ser girado 30 graus para os lados e ter ajuste de altura de até 11,94 e de 90 graus no eixo.

Predator X25 tem resolução menor (Full HD) em troca de taxa de atualização maior: são 360 Hz e input lag de apenas 0,5 ms
Predator X25 tem resolução menor (Full HD) em troca de taxa de atualização maior: são 360 Hz e input lag de apenas 0,5 ms (Imagem: Divulgação/Acer)

Desktops gamers

E as máquinas para jogar em si? Bem, no âmbito dos desktops, a Acer apresentou três modelos diferentes: um da série Nitro e dois da série Predator Orion.

O Nitro 50 é a oferta mais básica, pensada para jogadores iniciantes e casuais que não necessariamente estão em busca de alto desempenho nem almejam participar do cenário competitivo. A proposta aqui é rodar aquele jogo recém-lançado sem engasgos nem frustração. Para isso, a Acer oferece opções de configuração que vão até processadores Intel Core i7 de décima geração e GPU Nvidia GeForce RTX 2060 Super. O consumidor ainda poderá personalizar o equipamento com até 64 GB de memória DDR4 2666, SSD NVMe PCIe de até 1 TB e mais dois discos rígidos mecânicos de 3 TB. O gabinete vem equipado com sistema de resfriamento baseado nos coolers Predator FrostBlade, que podem ter rotação ajustada manualmente, e LEDs vermelhos para conferir aquele visual gamer ao setup em cima da mesa.

Nitro 50 é a oferta
Nitro 50 é a oferta "básica" da Acer na linha de desktops gamers (Imagem: Divulgação/Acer)

Leia também: Intel anuncia CPUs Comet Lake-S de 10ª geração com até 5,3 GHz de clock

Embora o Nitro 50 seja uma opção suficiente para a maioria dos jogadores casuais, a Acer também apresentou o Predator Orion 3000. O desktop está um degrau acima e é pensado para os usuários que não só desejam jogar, mas também transmitir suas partidas online sem perder desempenho. Para isso, o equipamento conta com opções de configuração que vão até processadores Intel Core i7 de 10ª geração e GPU Nvidia GeForce RTX 2070 Super. As ofertas de memória e de armazenamento são iguais às do Nitro 50, bem como o sistema de arrefecimento.

O diferencial, além da placa de vídeo, fica por conta da do chip Killer E2600 compatível com Wi-Fi 6 e a construção do gabinete, que vem com barras verticais RGB frontais que reproduzem até 16,7 milhões de cores e podem ser personalizadas ao gosto do usuário. Também há opção de adquirir o equipamento com lateral em vidro temperado, para exibir as luzinhas RGB internas.

Predator Orion 3000 é a opção intermediária apresentada pela Acer. Diferencial é a GPU RTX 2070 Super, suporte a Wi-Fi 6 e o visual mais gamer, direito a RGB frontal personalizável e lateral do gabinete em vidro
Predator Orion 3000 é a opção intermediária apresentada pela Acer. Diferencial é a GPU RTX 2070 Super, suporte a Wi-Fi 6 e o visual mais gamer, direito a RGB frontal personalizável e lateral do gabinete em vidro (Imagem: Divulgação/Acer)

Para finalizar, a Acer apresentou o Predator Orion 9000. O equipamento é voltado para entusiastas e gamers hardcore que têm bolsos fundos e priorizam desempenho acima de qualquer coisa. Prova disso é que a máquina pode ser equipada com processador Intel Core i9 Extreme Edition, até duas placas Nvidia GeForce RTX 2080 Ti em SLI, até três discos rígidos e dois SSDs de 2,5 polegadas.

Parte da refrigeração fica por conta de três coolers Predator FrostBlad de 4,7 polegadas, mas o processador é resfriado por um watercooler da marca. O Predator Orion 9000 também sobe mais um degrau em matéria de conectividade, vindo equipado com chip Killer E3100G integrado e compatibilidade com Wi-Fi 6. Além disso, se no modelo anterior a lateral em vidro temperado era opcional, aqui ela é padrão e mostra toda a iluminação ARGB das ventoinhas.

O bichão ainda é compatível com overclock ao toque de um botão e seu chassi vem com suporte para headset, alças e rodinhas para quem quiser levá-lo para exibir por aí.

Notebooks gamers

Depois de energético, cadeira, mouse e desktop gamers, a Acer anunciou a atualização de quatro notebooks gamers das linhas Nitro e Predator. Agora, todos os modelos podem ser configurados com processadores Intel Core Comet Lake-H de 10ª geração e têm opção de virem com GPUs Nvidia GeForce RTX 2070 Super ou RTX 2080 Super. Com essa dobradinha, gamers com diferentes perfis de bolso poderão rodar os títulos AAA mais recentes do mercado sem dor de cabeça.

A oferta mais básica anunciada para essa categoria de produtos é o Nitro 7. Embora seja um notebook mais "simples" que os demais apresentados pela Acer em sua conferência, ele se destaca pela carcaça feita em metal e por ter apenas 19,9 mm de espessura. O laptop pode ser configurado para vir com processador Intel Core de 10ª geração e GPU GeForce RTX 2060. Além disso, ele pode vir com até 32 GB de memória DDR4 2933, chip Killer E2600 com suporte a Wi-Fi 6 e slots para até três SSDs M.2 — o que evidencia que, de fábrica, ele deve vir com disco rígido comum.

Leia também: Novos Intel Comet Lake-H são os primeiros a ultrapassar os 5 GHz em notebooks

Além disso, o Nitro 7 vem com tela IPS Full HD de 15,6 polegadas, 144 Hz e tempo de resposta de 3 ms. Por fim, a nova versão do modelo teve todo seu design térmico revisto, agora contando com duas ventoinhas, quatro portas de exaustão e compatibilidade com o NitroSense, que permite controle manual do sistema para reduzir a dissipação de calor em até 9%.

A segunda oferta apresentada pela Acer aos gamers é o Triton 300. O equipamento é ligeiramente mais robusto que o Nitro 7 e tem como principais diferenciais a tela de 240 Hz 100% sRGB. Com isso, o laptop é posicionado como uma opção interessante não apenas para os gamers, mas também criadores de conteúdo e artistas digitais que precisam de mais desempenho.

O Triton 300 pode ser personalizado com processadores Intel Comet Lake-H de décima geração e placa de vídeo Nvidia GeForce RTX 2070 Max-Q, outra característica que o coloca um degrau acima do irmão menor. Para fechar, o laptop vem com três tubos de calor e dois coolers, sendo um AeroBlade 3D de quarta geração, com pás fabricadas em metal.

Chegando aos notebooks de alto desempenho, a Acer apresentou o Predator Helios 300 atualizado. As configurações-base do modelo anterior são mantidas aqui: processador Intel Core de 10ª geração, GPU Nvidia RTX 2070 Max-Q, até 32 GB de memória DDR4 2933, compatibilidade com dois SSDs NVMe e disco rígido de até 2 TB, além de tela IPS Full HD de 15,6 polegadas e 240 Hz. O que o diferencia do Triton 300 é o detalhe: enquanto aquele tem display 100% sRGB, este tem tempo de resposta de apenas 3 ms e som surround DTS:X Ultra de 360º.

Finalmente, chegamos ao panteão dos notebooks gamers com o Predator Helios 700. Desde que foi apresentado pela primeira vez, o modelo chama a atenção pelo teclado deslizante HyperDrift, que se estende para fora do corpo do laptop e abre espaço para refrigeração. O "arranjo técnico" é determinante para a Acer poder incluir um Intel Core i9-10980HK de 10ª geração, que vem desbloqueado para overclock e exige mais do sistema de arrefecimento.

Inclusive, essa é uma questão que recebeu atenção especial da fabricante, que desenvolveu o novo sistema Predator PowerGen do zero. Segundo a companhia, o PowerGen é um material especial capaz de conduzir 3,83 vezes mais calor que o cobre, aumentando a eficiência térmica do notebook como um todo. Além disso, o equipamento vem com três tubos de calor de cobre, dois ventiladores AeroBlade 3D de quarta geração fabricados em metal e uma câmara de vapor projetada sob medida para o Predator Helios 700.

As demais especificações incluem possibilidade de personalização com GPUs Nvidia GeForce RTX 2070 Super e RTX 2080 Super, até 64 GB de memória RAM 2933, duas portas Thunderbolt 3, SSDs PCIe NVMe e display IPS Full HD de 17,3 polegadas e 144 Hz compatível com Nvidia G-Sync.

Para finalizar, os gamers contarão com um teclado com chaves mecânicas MagTek e teclas WASD MagForce. Essa novidade prevê a utilização de três tipos diferentes de teclas, que podem ser trocadas de acordo com a necessidade do jogador. A primeira é a padrão, usada no dia-a-dia; enquanto a segunda apresenta três níveis diferentes de pressão, permitindo o jogador executar comandos mais suaves e precisos; enquanto o terceiro conjunto de teclas tem curvatura de keycap de 1,5 mm e é pensado para os games de corrida, trazendo a sensação de pisar nos pedais do veículo para a ponta dos dedos.

Predator Helios 700 é o suprassumo do notebook gamer. Com visual agressivo e robusto, equipamento pode vir com GeForce RTX 2080 Ti e processador Intel Core i9-10980HK desbloqueado para overclock
Predator Helios 700 é o suprassumo do notebook gamer. Com visual agressivo e robusto, equipamento pode vir com GeForce RTX 2080 Ti e processador Intel Core i9-10980HK desbloqueado para overclock (Imagem: Divulgação/Acer)

Preço e disponibilidade

Infelizmente, nenhum dos anúncios feitos pela Acer nesta terça-feira (23) tem previsão de lançamento, tampouco preço, no Brasil. Por enquanto, os equipamentos estão restritos ao mercado norte-americano. Por isso, continue ligado no Canaltech para saber quando essas novidades chegarão por aqui.

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.