Comparativo Moto G200 x Poco X3 Pro: qual é o melhor?

Comparativo Moto G200 x Poco X3 Pro: qual é o melhor?

Por Diego Sousa | Editado por Léo Müller | 15 de Março de 2022 às 17h00
Erick Teixeira/Canaltech

O Motorola Moto G200 e o Poco X3 Pro são dois celulares que procuram conquistar o usuário que preza pelo custo-benefício. Quais são as diferenças entre eles? Confira neste comparativo!

O smartphone da Poco é um pouco mais antigo que o da Motorola, porém ambos compartilham de muitas semelhanças, como construção, tela e bateria.

No entanto, por ser mais novo, o G200 oferece alguns extras bastante interessantes, como suporte à plataforma Ready For, processamento mais potente e câmeras com números mais robustos.

Eu vou passar por todos os pontos positivos e negativos de cada um, e principalmente o preço, para ajudar você a decidir qual é o celular ideal. Vamos nessa?

Construção e design

Os dois celulares não oferecem muitas novidades em design: ambos trazem plástico na tampa traseira e na moldura, e não são resistentes a água e poeira.

O Poco X3 Pro, no entanto, leva uma ligeira vantagem em relação ao rival por trazer certificação IP53, garantindo uma maior proteção caso interaja com líquidos ou partículas — mas, lembrando, isso não o torna à prova d'água.

O Poco X3 Pro tem uma aparência mais robusta (Imagem: Ivo Meneghel Jr./Canaltech)

A Motorola, por sua vez, diz que o Moto G200 tem um design "repelente à água", contudo eu não arriscaria tomar uma chuva mais pesada porque a proteção parece bem básica.

Nas mãos, o Moto G200 deve agradar mais pelo seu corpo mais fino e leve. Aliado à tampa traseira com cantos levemente arredondados, a garantia é de uma pegada mais confortável — considerando o seu tamanho avantajado, é claro.

No visual, o celular da Motorola é o mais bonito na minha opinião. Apesar de não inovar, trazendo três câmeras alinhadas verticalmente, ele é bem mais agradável que o módulo oval e protuberante do rival. Suas opções de cores também se destacam pela simplicidade e elegância.

Moto G200 é bem mais elegante que o Poco X3 Pro (Imagem: Ivo Meneghel Jr./Canaltech)

Se você ainda preza por plug de 3,5 mm, algo cada vez menos presente atualmente, o Poco X3 Pro pode agradar por ainda oferecer a entrada para conectar fone de ouvido. O acessório não vem na caixa, no entanto, diferente do G200 — mas a ponta é USB-C.

O desbloqueio dos dois smartphone fica por conta do leitor biométrico na lateral, embutido no botão de energia. Ambos não devem decepcionar nesse quesito, já que esse método é bastante preciso e rápido.

Tela

  • Motorola Moto G200: 6,8 polegadas, IPS LCD, Full HD+, 144 Hz, HDR10;
  • Poco X3 Pro: 6,67 polegadas, IPS LCD, Full HD+, 120 Hz, HDR10.

Tanto o G200 quanto o Poco X3 Pro trazem tela IPS LCD. Ou seja, ambos pecam nos tons mais escuros, deixando-os mais acinzentados, e as cores não são tão vivas quanto em painéis AMOLED.

Além disso, o brilho máximo dos dois não é tão forte, tornando a visualização em ambientes muito ensolarados um pouco incômoda. Ao menos, ambos suportam o padrão HDR10, que promete dar um ganho em saturação e contraste em filmes e séries compatíveis.

Tela LCD do Poco X3 Pro é boa dentro das limitações da tecnologia (Imagem: Ivo Meneghel Jr./Canaltech)

Outra semelhança entre os dois é a alta taxa de atualização. No G200, a tela tem 144 Hz, enquanto o rival, 120 Hz. Nos dois, a garantia é de navegação e jogos bastante fluidos.

Configurações e desempenho

  • Motorola Moto G200: Snapdragon 888 Plus, 12 GB de RAM, 256 GB de armazenamento interno;
  • Poco X3 Pro: Snapdragon 860, até 8 GB de RAM, 256 GB de armazenamento interno.

Em desempenho, naturalmente o G200 leva a melhor por ser mais recente. O Snapdragon 888 Plus, chipset mais potente da geração passada, é melhor que o modesto — mas ainda competente — Snapdragon 860 em jogos pesados e fluidez no geral.

Além disso, o G200 tem 5G, algo que muitos usuários já buscam se a intenção for passar longos anos com apenas um aparelho.

Mas o Poco X3 Pro não deve decepcionar mesmo sendo mais antigo. Nos meus testes com o aparelho, rodei jogos como como Asphalt 9, PUBG Mobile, Call Of Duty Mobile, Genshim Impact e Forza Street com muita fluidez.

Para você que curte benchmarks, o G200 com Snapdragon 888 Plus fez 5.766 pontos em um dos cenários da plataforma 3DMark, contra 3.440 pontos do rival equipado com Snapdragon 860. A diferença parece ser grande, mas na prática ambos não devem fazer feio.

O G200 é um dos smartphones mais potentes do Brasil (Imagem: Ivo Meneghel Jr./Canaltech)

No software, o smartphone da Motorola possui a interface MyUX, que se destaca pelas mudanças bastante sutis do Android. Particularmente, gosto da modificação presente no G200 porque se parece muito com o Android da linha Pixel.

É claro que você ainda terá alguns recursos inéditos da Motorola, como o Ready For, que basicamente transforma o celular em um PC, o Gametime, para jogar sem perturbações. Também há os famosos gestos para ligar lanterna e abrir a câmera.

Já o Poco X3 Pro vem com a popular — e polêmica — MIUI 12.5, baseada no Android 11. A interface é bem mais carregada que a MyUX, oferecendo inúmeras opções personalizáveis, indo desde a animação do desbloqueio por digitais até o formato dos ícones de aplicativos.

O que chama atenção na MIUI é exatamente essa liberdade de personalização, já que você consegue deixar o sistema “com a sua cara”. Entretanto, um ponto que considero negativo é que, com isso, ela acaba ficando pouco fluida, como se estivesse muito pesada.

A MIUI é muito popular pela customização, porém deixa a desejar na fluidez (Imagem: Ivo Meneghel Jr./Canaltech)

Provavelmente, a tela de 120 Hz do Poco X3 Pro deve ajudar nesse quesito, pois oferece mais fluidez à navegação. Mas é algo que você precisa considerar antes de comprar um celular Xiaomi.

Além disso, a interface ainda traz muitas propagandas em algumas janelas, o que pode incomodar alguns usuários.

Bateria e carregamento

  • Motorola Moto G200: 5.000 mAh;
  • Poco X3 Pro: 5.160 mAh.

Na bateria, ambos devem entregar uma autonomia excelente para os padrões atuais, podendo chegar até o segundo dia tranquilamente se mantiver um uso moderado.

Nos testes do Moto G200 realizados pelo meu colega Felipe Junqueira, com muitas horas de redes sociais, jogos, vídeos e streaming, o aparelho perdeu 33% da carga em 8 horas. Foi um consumo muito pequeno, ainda mais considerando o processador poderoso que tem aqui dentro.

Já o Poco X3 Pro, também num teste do dia a dia, consumiu 35% de bateria muitas horas de reprodução de vídeos no YouTube, aplicativos de mensagens, redes sociais e gravação de vídeos.

Ou seja, a autonomia dos dois não deve decepcionar até ao usuário mais exigente, inclusive no carregamento, já que ambos enviam carregadores rápidos na caixa.

Câmeras

  • Motorola Moto G200: 108 MP (principal), 13 MP (ultrawide), 2 MP (profundidade), 16 MP (selfie);
  • Poco X3 Pro: 48 MP (principal), 8 MP (ultrawide), 2 MP (profundidade), 20 MP (selfie).

No departamento de câmeras, temos conjuntos bem diferentes, mas ambos apresentam resultados satisfatórios que devem agradar a diferentes tipos de público.

O Moto G200, por exemplo, tem um software que valoriza a fidelidade de cores, portanto temos imagens com tons mais naturais, o que é bom para quem gosta de editar, mas pode soar “sem graça” se você procura uma modificação mais parecida com os aparelhos da Samsung.

Um grande defeito do celular da Motorola é o exagero no contraste em todos os sensores, mas, principalmente, na ultrawide. Ainda falando na câmera de ângulo mais aberto, o HDR não é bom e deixam as imagens com uma aparência de intermediário barato.

Câmera principal do Moto G200 (Imagem: Felipe Junqueira/Canaltech)

A macro, ao menos, trabalha bem, mas isso não é novidade entre os modelos mais caros da Motorola, já que utilizam a lente ultrawide para registrar. É um dos melhores macros da categoria.

Já o Poco X3 Pro, diferentemente do aparelho da Motorola, oferece mais nitidez e saturação às imagens, algo que eu curto. Em alguns cenários, no entanto, o software se confunde e exagera bastante. Outro destaque da câmera principal é o modo retrato quase perfeito.

Câmera principal do Poco X3 Pro (Imagem: Diego Sousa/Canaltech)

A câmera mais aberta do Poco X3 Pro também não tem ótimo desempenho, porém é justificável pelo seu preço.

Não há muitas distorcões nos cantos das imagens, embora as cores sejam mais lavadas e o balanço de branco pouco preciso. O pós-processamento, por aqui, também tende a adicionar muita nitidez e contraste.

O modo macro, por outro lado, é sofrível e você definitivamente não vai querer usá-lo para nada. Com apenas 2 MP, a definição é precária, sem contar com um desfoque de fundo artificial.

Comparativo de ficha técnica

Moto G200 Poco X3 Pro
Dimensões e peso 168,1 x 75,5 x 8,9 mm, 202 g 165,3 x 76,8 x 9,4 mm, 215 g
Construção Plástico Plástico
Tela 6,8", Full HD+, IPS LCD, 144 Hz, HDR10 6,67", Full HD+, IPS LCD, 120 Hz, HDR10
Chipset Snapdragon 888 Plus Snapdragon 860
RAM 12 GB Até 8 GB
Armazenamento interno 256 GB Até 256 GB
Câmera 108 MP, 13 MP, 2 MP, 16 MP 48 MP, 8 MP, 2 MP, 2 MP, 20 MP
Bateria 5.000 mAh 5.160 mAh

Moto G200 x Poco X3 Pro: qual é o melhor?

Se colocarmos só os números na mesa, o Moto G200 é melhor que o Poco X3 Pro. O chipset é mais potente e suporta 5G, a tela LCD tem 144 Hz, o design é mais harmônico e os recursos extras, como a plataforma Ready For, são diferenciais bastante interessantes.

É claro que, com essas vantagens, seu preço também acaba sendo superior, e é nesse ponto que você precisa considerar suas prioridades em um aparelho.

Quer apenas um intermediário com excelente desempenho e não liga muito para o 5G no momento? Então o Poco X3 Pro ainda é uma boa opção. Ele pode custar cerca de R$ 2.000 e entrega chipset potente, câmeras agradáveis e construção robusta.

A tela LCD de 120 Hz do Poco X3 Pro também é interessante considerando as limitações da tecnologia, não perdendo nada em relação a do G200.

Agora, se você for fã da Motorola e estiver disposto a pagar mais de R$ 3.000 pelo processador mais rápido do ano passado, 5G e outros recursos de topo de linha, aí o G200 é uma opção a se considerar.

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.

Ofertas Motorola Moto G200

  • moto g200 5G 256 GB - Verde
    Motorola
    moto g200 5G 256 GB - Verde
    R$ 2.699,10
  • Smartphone Motorola Moto G200 5G 256GB 8GB RAM Azul
    Amazon-
    Smartphone Motorola Moto G200 5G 256GB 8GB RAM Azul
    R$ 2.899,00
  • Smartphone Motorola Moto G200 5G Azul 256GB, 8GB RAM, Tela de 6.8”, Câmera Traseira Tripla, Android 11 e Processador Snapdragon 888 Octa-Core
    Extra -
    Smartphone Motorola Moto G200 5G Azul 256GB, 8GB RAM, Tela de 6.8”, Câmera Traseira Tripla, Android 11 e Processador Snapdragon 888 Octa-Core
    R$ 2.949,30