Recorde: 80% dos adultos de todo o mundo usam smartphones, afirma pesquisa

Por Redação | 13.01.2015 às 13:50

Uma nova pesquisa da GlobalWebIndex realizada com 170 mil adultos em 32 mercados e divulgada pelo TechCrunch mostra que as empresas que estão investindo em wearables para diversificar seus negócios têm um grande desafio pela frente, já que apenas 9% dos entrevistados possuem um smartwatch e 7% possuem pulseiras inteligentes. Mesmo com a expectativa do lançamento do Apple Watch para este ano, ainda não se sabe se o lançamento vai alavancar o interesse pelo gadget ou se a Apple vai passar pelas mesmas dificuldades enfrentadas pelas concorrentes.

Em compensação, o número de adultos usando um smartphone chega a 80% dos entrevistados. O número é um recorde de disseminação dos celulares inteligentes pelo mundo, no entanto a imersão nos mercados ainda é menor que o uso de PCs, que atualmente está em 91% entre os adultos conectados.

Pesquisa gadgets

No caso dos wearables, a pesquisa ainda destaca que o principal público consumidor são homens ricos, que possuem entre 25 e 34 anos de idade e que cuja residência é a região da Ásia-Pacífico. Isso demonstra que os dispositivos ainda precisam aprimorar suas funções e encontrar um lugar no mercado onde sejam viáveis e interessantes para uma gama mais ampla de consumidores.

A disputa entre Android e iOS foi outro dado abordado na pesquisa. O Android ainda lidera a preferência do mercado, mas os analistas acreditam que a Apple pode ter tido um salto com as vendas dos modelos iPhone 6. Mesmo assim, ainda não é possível comprovar isso através do estudo.

Pesquisa OS

Outro fator que pode ter ajudado a Apple é que, apesar da participação crescente de mercado do Android, entre os segundo e terceiro trimestre de 2014, houve uma desaceleração nas vendas de aparelhos do robô verde, enquanto as vendas dos modelos de iPhone continuaram crescendo.

Dessa forma, os especialistas afirmam que a Apple terá que manter um ritmo crescente nas vendas do iOS para que haja um aumento real na participação do sistema no mercado. Em 2011, por exemplo, a proporção de usuários Android e iOs era de 2:1, já em 2014 este valor foi para 3,5:1. Demostrando um grande crescimento do sistema operacional do Google nos últimos anos.

Além das preferências dos entrevistados, a pesquisa revelou que 75% dos usuários de smartphones têm acesso à internet móvel, o que demonstra que ainda há um leque considerável a ser explorado pelo mercado. Outros fatores de uso dos dispositivos móveis também foram revelados. O tempo médio gasto no uso desses dispositivos, por exemplo, é de 1,85 horas/dia, um crescimento razoável comparado com os 40 minutos/dia de 2012. No caso de mercados emergentes como Oriente Médio e África, os gadgets móveis estão cada vez mais substituindo o uso de PCs e nesses locais o tempo gasto diariamente chega a 3 horas.

90% de todos os usuários que se conectam à Internet o fazem através de um computador, sendo o smartphone o segundo dispositivo mais utilizado para esse fim. Bem abaixo dos dois estão os acessos via tablet, TV e, por último, e-readers.

Pesquisa gadgets

Com a restrição de acesso se tornando mais comum, 27% dos entrevistados afirmam que usam VPNs para acesso de sites não permitidos. Entre 400 milhões de usuários que usam VPNs para omitir o acesso a sites restritos, 150 milhões estão na China.

Entre os serviços acessados por VPN, o Google Play ficou na liderança seguido do iTunes e do Netflix. No caso do Google Play, a pesquisa mostra que o acesso é principalmente para downloads de vídeo, áudio e conteúdo de jogos e não por aplicativos.

Fonte: http://techcrunch.com/2015/01/12/80-of-all-online-adults-now-own-a-smartphone-less-than-10-use-wearables/?ncid=rss