Publicidade

Review Galaxy M34 | Intermediário com bateria gigante

Por| Editado por Léo Müller | 29 de Setembro de 2023 às 11h00

Link copiado!

Review Galaxy M34 | Intermediário com bateria gigante
Review Galaxy M34 | Intermediário com bateria gigante

O Galaxy M34 é um celular intermediário da Samsung que se diferencia pela bateria gigante. Uma alternativa ao Galaxy A34, o aparelho deveria oferecer tempo de uso maior, mas não é o que acontece. Entenda melhor na análise do smartphone, testado pelo Canaltech.

Design e tela

Continua após a publicidade

O Galaxy M34 é bem parecido com os celulares da linha Galaxy A 2023: lentes das câmeras são cravadas direto na tampa traseira, que é plástica. As laterais também são de plástico, e o botão de energia também abriga o leitor de impressão digital. Este modelo não possui certificação contra água e poeira.

A tela de 6,5 polegadas traz painel Super AMOLED, com resolução Full HD+ e taxa de atualização de 120 Hz. Ou seja, é tão boa quanto qualquer celular da mesma faixa de preço, com imagem nítida, brilho bom para ambientes claros e escuros, e fluidez em animações e jogos.

Continua após a publicidade

Desempenho

A plataforma é uma solução própria da Samsung, o Exynos 1280. É o mesmo chip que está presente no Galaxy A53. A pontuação do aparelho no AnTuTu ficou um pouco abaixo do Galaxy A34, então você pode esperar uma experiência semelhante em desempenho, especialmente para tarefas mais comuns.

Continua após a publicidade

Câmera

As fotos com o Galaxy M34 têm uma boa qualidade, mesmo com pouca luz. Claro que não é um celular para competir com um topo de linha, mas também não fica muito abaixo de um Galaxy A34. A gravação de vídeos com a câmera principal pode ser feita em 4K, enquanto as outras só permitem o Full HD.

Continua após a publicidade

Bateria

A bateria de 6.000 mAh seria o maior destaque deste aparelho, mas o tempo de uso não convence. A gente faz o mesmo teste em todos os celulares aqui no Canaltech: são 6 horas de uso de reprodução de vídeo, redes sociais e jogos. Usamos sempre os mesmos apps por um tempo determinado, com 60% do tempo com tela ligada.

O Galaxy M34 consumiu um ponto percentual de carga a mais do que o Galaxy A34, que tem menos capacidade de bateria. Ou seja, apesar de ter um “tanque” maior, o modelo da linha M é mais gastão. Sinal de que o Exynos 1280 é menos eficiente energeticamente do que o Dimensity 1080.

Continua após a publicidade

A recarga é um pouco demorada, devido à alta capacidade. Isso não seria um problema, até porque em pouco mais de duas horas você teria 100% da carga. Seria interessante que o carregamento demorasse menos, por conta do tempo de uso semelhante.

Recursos e conectividade

A Samsung já utiliza o Android 13 com a One UI 5.1 em seus celulares de 2023. O Galaxy M34 oferece recursos presentes nos topo de linha, como o Painel Edge, que permite o uso de atalhos em um menu na lateral da tela.

Continua após a publicidade

O smartphone possui conectividade 5G, Bluetooth 5.3, Wi-Fi dual-band e NFC. Sendo assim, conecta-se a redes 5 GHz e pode ser usado em pagamento por aproximação. E tem o conector de fone de ouvido, além de porta USB-C para carregamento e transferência de dados.

Concorrentes diretos

O Galaxy A34 é o principal concorrente do M34, até por conta das semelhanças. Atualmente, o outro modelo da Samsung pode ser encontrado a preço inferior, e ainda oferece tempo de uso semelhante, além de câmeras e desempenho melhores.

Continua após a publicidade

O Galaxy M34 vale a pena?

O Galaxy M34 não vale a pena enquanto seu preço estiver mais alto que o do Galaxy A34, que pode ser encontrado no varejo online por R$ 1.400 atualmente. O modelo da linha A, apesar de ter capacidade de bateria menor, entrega tempo de uso semelhante, além de câmeras e desempenho melhores.

O Galaxy M34 foi lançado com preço sugerido de R$ 2.000 até a primeira semana de outubro. No varejo, pode ser encontrado por cerca de R$ 1.600.