Review Beats Fit Pro | Fitness, som de qualidade e confortável

Por Jucyber | Editado por Léo Müller | 28 de Março de 2022 às 10h22
Ivo Meneghel Jr/ Canaltech

O Beats Fit Pro foi anunciado com o propósito de entregar ao público mais uma opção de fone de ouvido TWS com foco em conforto e versatilidade. Consequentemente, o produto desenvolvido pela divisão de áudio da Apple se transforma em uma alternativa à altura dos AirPods Pro.

Com cancelamento ativo de ruído — ANC —, certificação IPX4 contra suor e outros diferenciais focados na qualidade de áudio, não é de se surpreender que esse aparelho esteja chamando a atenção dos consumidores.

Outra característica interessante é o funcionamento flexível, e isso quer dizer que a usabilidade em celulares Android ou iPhone será quase a mesma, sem o “bloqueio” de funcionalidades no sistema distribuído pelo Google, como víamos nas primeiras gerações de produtos da Beats.

Porém, ainda existem alguns detalhes que poderiam estar disponíveis para quem não faz parte do ecossistema Apple. Quer saber se o fone Bluetooth Beats Fit Pro vale a pena? Então, confira a análise completa.

Confira o preço atual do Beats Fit Pro

Prós

  • Funções disponíveis nos botões
  • Aplicativo com diversos recursos
  • Som de ótima qualidade
  • Formato confortável
  • Frequências graves, médias e agudas equilibradas

Contras

  • O modo transparência poderia ser melhor
  • Sem carregamento wireless
  • Cancelamento de ruído inconsistente

Design e construção

Assim como grande parte dos produtos “by Apple”, o Beats Fit Pro possui um aspecto minimalista que é interessante. Dessa forma, as características visuais já chamam a atenção do público ao qual ele é voltado.

  • Dimensões: ‎2,4 x 1,5 x 3 cm (cada fone); 6,2 x 2,85 x 6,2 cm (estojo);
  • Peso: 5,6 g (cada fone); 55,1 g (estojo).

Grande parte do corpo é em plástico, mas a fabricante adicionou um detalhe que ajuda consideravelmente no conforto e fixação dos fones. Trata-se das abas flexíveis em emborrachado que ajudam a acoplar melhor os acessórios na curvatura interna das orelhas.

No Beats Fit Pro, é possível encontrar o sensor de presença que identifica quando um dos fones é removido da orelha para pausar o conteúdo em reprodução. E volta a tocar quando o aparelho é colocado novamente.

Além disso, existem dois sensores para fixação dos fones no case e permitir que o carregamento seja feito. Já na parte externa, estão os botões para controle de recursos, e o uso dessas funcionalidades varia de acordo com a quantidade de toques ou tempo de pressão.

Case do Beats Fit Pro traz design com duas cores (Imagem: Ivo/Canaltech)

Funções

  • 1 toque: dar play ou pausar músicas, atender ligações ou desligar;
  • 2 toques: avançar de faixa;
  • 3 toques: retroceder de faixa;
  • Pressão: alternar entre ANC e modo ambiente.

Um diferencial importante do Beats Fit Pro é a certificação IPX4, que permite a utilização dos fones em atividades físicas sem risco de danos, pois essa proteção dá uma resistência maior ao suor.

Os fones TWS vem acompanhados de um case compacto para carregamento. O dispositivo possui fechamento magnético da tampa, bem como um botão para pareamento e reset do Fit Pro. Infelizmente, eles não possuem compatibilidade com o carregamento sem fio, e isso é lamentável em um aparelho dessa faixa de preço.

Além das borrachas que já estão nos fones, a embalagem possui mais duas opções em tamanhos diferentes. E complementando a parte de acessórios, a Beats disponibiliza um cabo de 15 cm — com entrada USB-C nas duas pontas — para o carregamento.

"O Beats Fit Pro tem o conforto necessário para que o uso diário seja proveitoso. As abas em emborrachado ajudam na fixação dos fones e faz com que movimentos mais abruptos não afetem o posicionamento deles nas orelhas."

— Jucyber

O som do Beats Fit Pro é bom?

O som do Beats Fit Pro é uma prova da lapidação que a Apple vem fazendo no áudio da sua empresa focada em acessórios musicais. Os fones conseguem proporcionar uma experiência de uso agradável em diferentes cenários.

Isso porque o Fit Pro consegue cumprir a proposta de ser premium. O grave tem uma presença marcante e que encorpa as músicas quando as frequências mais baixas são exigidas. Em complemento, o médio e o agudo também se fazem presentes nas canções, como é o caso de “Church” da Jennifer Lopez.

Uma vantagem dessa distribuição equilibrada das frequências é que o usuário não sentirá uma tonalidade se sobrepondo em relação à outra. Além disso, em outros tipos de conteúdo, como vídeos e séries, será possível ter uma percepção mais realista.

O Beats Fit Pro tem ótima qualidade de som (Imagem: Ivo/Canaltech)

O volume máximo é bom, mas não é dos mais potentes que eu já utilizei. Entretanto, como vantagem, a empresa entrega um produto que não possui distorções ao ter sua qualidade total explorada e isso é muito bom.

Para quem joga no celular, o Beats Fit Pro também se mostra uma ótima opção, pois tem latência baixa e isso faz com que o tempo de resposta em games battle Royale — como CoD Mobile — seja muito preciso.

Outra característica que merece ser citada é a compatibilidade com o Áudio Espacial — um rastreamento dinâmico do som para proporcionar a reprodução de músicas no formato 360°. Todavia, esse recurso só pode ser utilizado em dispositivos Apple, e isso é um fator limitante da experiência para quem tem celular Android.

"A qualidade de áudio do Beats Fit Pro é muito boa. O som consegue ter um ótimo equilíbrio entre grave, médio e agudo. Além disso, a possibilidade de usar no volume máximo sem isso afetar a nitidez do faz os fones ficarem ainda mais interessantes."

— Jucyber

Bateria e conectividade

Entre as tecnologias presentes no Beats Fit Pro, está a conexão Bluetooth 5.0. A conectividade possibilita a fácil conexão do produto com celulares, tablets e notebooks, mas também traz o pareamento rápido para iPhones e smartphones Android quando o GPS está ativo.

Outra característica técnica interessante desses fones é que a presença do chip H1 facilita o uso dos acessórios para comunicação com a assistente virtual Siri. Entretanto, ele não é compatível com Google Assistente, Alexa, Bixby e outras opções que não fazem parte do ecossistema Apple.

O Beats Fit Pro não possui carregamento wireless (Imagem: Ivo/Canaltech)

Para complementar a experiência, é preciso baixar o aplicativo “Beats”. Por ele, é possível controlar a porcentagem de bateria que ainda está disponível tanto nos fones quanto no case, bem como configurar os recursos relacionados com ANC e personalizar os comandos com os botões.

No que diz respeito à autonomia, o Fit Pro me surpreendeu. Utilizando com o volume em 50% sem o cancelamento ativo de ruído, a bateria alcançou 7 horas e 12 minutos. Já com o ANC ativo, esse tempo total cai um pouco, e a capacidade se resume a estimativa de 6 horas.

É importante destacar que o estojo garante 3 recargas, o que representa até 18 horas de autonomia para utilizar os fones com maior frequência, seja para trabalhar ou se distrair com algum conteúdo focado no entretenimento.

Ficha técnica

  • Dimensões: ‎2,4 x 1,5 x 3 cm (cada fone); 6,2 x 2,85 x 6,2 cm (estojo);
  • Peso: 5,6 g (cada fone); 55,1 g (estojo);
  • IPX4
  • Impedância: 24 Ohms;
  • Resposta de Frequência: 20 Hz – 20 kHz;
  • Conexão: USB-C;
  • Bluetooth: 5.0.

Concorrentes diretos

O Beats Fit Pro possui poucos concorrentes à altura. Uma das opções é o Edifier NeoBuds Pro, que tem como principal diferencial técnico a certificação Hi-Res, e isso faz com que ele entregue uma qualidade de som mais nítida e “amigável” com dispositivos Android.

Esse produto da Edifier traz um ótimo equilíbrio entre grave, médio e agudo. Além disso, permite que a experiência em relação ao conforto e disponibilidade de acessório seja atrativa para quem pode pagar até R$ 1.000 para tal.

Edifier NeoBuds Pro (Imagem: Ivo/Canaltech)

Outra opção são os AirPods Pro que, apesar de serem fabricados pela mesma marca, possui como distinção do Fit Pro o design implementado pela Apple. Dessa forma, o usuário terá um produto confortável em mãos, mas com uma fixação aos ouvidos mais simples.

Assim como o modelo analisado neste texto, os AirPods Pro também têm um chip de áudio com tecnologia desenvolvida para proporcionar uma experiência sonora premium. Por serem fabricados pela mesma empresa, o preço deles é praticamente o mesmo nas varejistas.

AirPods Pro (Imagem: Ivo/Canaltech)

Conclusão

O Beats Fit Pro é uma ótima opção de fone de ouvido em qualidade, conforto e usabilidade. Ele foi feito para quem gosta de se exercitar, trabalhar ou jogar enquanto escuta um som de alta nitidez.

Os botões físicos para a realização dos comandos é uma vantagem, principalmente por eles terem uma alta sensibilidade e o usuários não precisar ficar forçando para ativar a funcionalidade desejada.

Mesmo com os recursos de ANC e transparência, é notório que o trabalho da empresa poderia ter sido mais caprichado para essas funções. Pode ser que uma atualização de firmware ajude a resolver, então espero que assim aconteça.

O Beats Fit Pro (Imagem: Ivo/Canaltech)

O fato de não ser possível utilizar todas as opções presentes neles em celulares Android, como o Áudio Espacial e a comunicação com assistentes de voz do Google e Amazon, faz com que apenas 80% do produto seja útil para esse público — que é a imensa maioria de usuários de smartphone pelo mundo.

No site oficial, o Beats Fit Pro pode ser encontrado por uma média de R$ 1.550. Caso esse preço faça sentido para você, levará um aparelho bem interessante para casa. Entretanto, para usuários de iPhone a usabilidade será completa.