Para CEO da Netflix, pirataria não é uma ameaça ao serviço de streaming

Por Redação | 05 de Junho de 2015 às 14h30

O CEO da Netflix, Reed Hastings, anunciou que o serviço de streaming finalmente deve chegar à Espanha em outubro de 2015. Mas existe um fator que sempre foi motivo de reclamação para a indústria global de entretenimento no mercado espanhol: a pirataria. Porém, ao que tudo indica, o CEO da Netflix não está preocupado com isso.

Hastings minimizou o possível efeito da pirataria sobre seu serviço, e alegou que depois de anos de envolvimento com o assunto, os internautas espanhóis estão prontos para receber o seu serviço de streaming. A Espanha possui uma pirataria online desenfreada, tanto que o país é regularmente citado como um paraíso da pirataria. Deixando a economia de lado, parte do problema do país (particularmente no caso de vídeos) acontece devido a falta de alternativas legais decentes.

A primeira tentativa da Netflix de levar o seu serviço ao país europeu aconteceu há quatro anos, mas alguns procedimentos legais inviabilizaram o procedimento. Agora, o CEO da companhia diz que está animado com o lançamento que ele acredita ser um dos melhores da empresa até o momento. "Eu acho que a Espanha será um dos nossos países mais bem sucedidos. Há uma alta taxa de conectividade e uma população que está acostumada com a utilização do comércio eletrônico e já mostrou sinais de interesse em nosso produto", disse Hastings.

Quanto à questão da pirataria, o executivo se mostra muito tranquilo. "Bem, você pode chamar isso de problema, mas a verdade é que [a pirataria] também criou um público que agora está acostumado a assistir conteúdos de vídeo pela internet", disse. "Nós oferecemos uma alternativa mais simples e imediata para encontrar um torrent".

Hastings ainda relembra que a empresa enfrentou uma situação semelhante na Holanda e no Canadá, que também apresentam uma alta taxa de pirataria. "Em ambos os países somos um serviço bem sucedido", afirma o CEO. Otimismo à parte, fato é que só o tempo dirá se a Netflix conseguirá se sair bem na maré de pirataria da Espanha.

Via Torrent Freak

Canaltech no Facebook

Mais de 370K likes. Curta nossa página você!