Apple confirma mudança no teclado do novo MacBook Pro

Por Eduardo Hayashi | 20 de Julho de 2018 às 10h53
TUDO SOBRE

Apple

Na semana passada, a equipe do iFixit desmontou o novo MacBook Pro de 15 polegadas e detectou a curiosa presença de membranas de proteção entre as peças de acabamento do teclado e as estruturas de "borboleta" das teclas, evidenciando que a Apple implementou mudanças para evitar o acúmulo de poeira no interior do computador portátil.

Nesta quinta-feira (19) a informação foi confirmada pelo MacGénération e pelo MacRumors, que tiveram acesso a um documento interno da Apple. Nele, a empresa menciona a presença de uma nova membrana para “impedir a entrada de detritos no mecanismo borboleta”. Esta seria a primeira vez que a companhia da maçã admite a correção de problemas envolvendo o teclado borboleta da terceira geração de MacBooks Pro.

MacBook Pro 2018(Imagem: Apple)

Quando a Apple revelou os detalhes sobre os novos MacBooks Pro, foi mencionado que os teclados foram atualizados para oferecer uma digitação mais silenciosa. No entanto, a desmontagem do iFixit revelou que a redução dos barulhos das teclas ocorreu devido à presença de uma membrana de silicone capaz de proteger os componentes internos do computador contra poeira.

Participe do nosso GRUPO CANALTECH DE DESCONTOS do Whatsapp e do Facebook e garanta sempre o menor preço em suas compras de produtos de tecnologia.

Embora esta seja uma correção benéfica para a proteção dos equipamentos da nova geração, a Apple provavelmente não admite o motivo por trás da mudança no teclado "borboleta" do MacBook Pro por entender que isso poderia gerar ainda mais processos judiciais envolvendo falhas de projeto nas gerações anteriores do produto — afinal de contas, os modelos mais antigos continuam à venda pela empresa.

Para sanar parte do problema envolvendo o acúmulo de sujeira nos modelos de MacBooks Pro lançados entre 2015 e 2017, Cupertino informou no mês passado que realizará o reparo gratuito dos teclados, bem como os reembolsos para aqueles que tiveram de recorrer a assistências autorizadas da Apple antes da ampliação da garantia.

Fonte: TechCrunch

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.