Navegador móvel Firefox Focus, voltado à privacidade, ganha novos recursos

Por Ares Saturno | 20 de Dezembro de 2018 às 20h45
Tudo sobre

Mozilla

O Firefox Focus, navegador para ambientes móveis Android e iOS voltado para manter a privacidade, desenvolvido pela Mozilla, está ganhando novos recursos nesta quinta-feira (20), a fim de causar melhorias na proteção dos dados de seus usuários.

A principal mudança é o suporte à proteção aprimorada de rastreamento, recurso que foi lançado inicialmente para o navegador Firefox para desktop, aumentando a granularidade do bloqueio a cookies e rastreadores. Antes da novidade, o Focus mantinha todos os cookies bloqueados por padrão. A partir de agora, será possível optar por manter o bloqueio total dos cookies — o que pode fazer com que o acesso a alguns sites seja impossível — ou gerenciar exceções. "Isso possibilita que você permita cookies se eles contrinuírem para a experiência do usuário em um site e, ao mesmo tempo, impedir que rastreadores o acompanhe em vários sites, oferecendo a você os mesmos produtos repetidas vezes e registrando seu comportamento online", explicou a empresa em um comunicado.

Outro recurso adicionado é a verificação das URLs contra o serviço de Navegação Segura do Google, a fim de ajudar os usuários a não caírem em links de phishing ou acessarem sites fraudulentos. Apesar de soar estranho a adoção de uma ferramenta da hegemônica Google num produto da Mozilla, é importante observar que praticamente todos os navegadores em utilização atualmente fazem uso da Navegação Segura.

Participe do nosso GRUPO CANALTECH DE DESCONTOS do Whatsapp e do Facebook e garanta sempre o menor preço em suas compras de produtos de tecnologia.

A terceira novidade anunciada é exclusiva para os usuários Focus em ambientes iOS: chegaram as sugestões de pesquisa, anteriormente disponíveis apenas para usuários Android. As sugestões não seguem os preceitos de colocar a privacidade do internauta em primeiro lugar, uma vez que entregam as preferências dos usuários nas mãos da Google e, por isso, o recurso é desativado por padrão. Com a mudança, será possível configurar as sugestões de busca também nos dispositivos da Apple.

Fonte: Tech Crunch

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.