Microsoft Edge é atualizado e está 13% mais rápido que as versões anteriores

Por Diego Sousa | 26 de Setembro de 2020 às 14h00
Reprodução/Neowin
Tudo sobre

Microsoft

Saiba tudo sobre Microsoft

Ver mais

A Microsoft continua apostando pesado no Edge para torná-lo tão atrativo e popular quanto o Google Chrome. Embora ainda haja um longo caminho pela frente, a gigante de Redmond comunicou nesta semana a implementação de duas ferramentas que ajudaram a aumentar o desempenho e otimizar o uso de memória do navegador — dois dos calcanhares de Aquiles do seu rival.

Em comunicado, a empresa afirmou que o Profile-Guided Optimizations (PGO), que prioriza as partes mais importantes do código, e o Link-Time Optimizations (LTO), focado em otimizar o uso da memória, trouxeram até 13% mais velocidade no navegador quando comparado com as versões anteriores, segundo resultados da ferramenta de benchmark Speedometer 2.0.

Novidades foram implementadas há alguns meses e testes resultaram mais desempenho (Foto: Reprodução/Microsoft Edge Insider)

Vale lembrar que em junho deste ano a Microsoft já havia implementado função SegmentHeap no navegador Edge para Windows 10, que tem como objetivo reduzir o consumo de memória RAM em programas Win32 (agora chamado de Windows API). Embora não tenha comentado sobre a performance, testes internos feitos pela empresa concluíram que houve uma redução de 27% no uso de memória do Edge com a nova função do Windows.

O Google também vinha testando a função em seu navegador Chrome, mas acabou sendo desativada por supostas queda na performance do navegador — em média, houve uma redução de 5,5% no desempenho geral do Chrome. Em resposta, a Microsoft alegou que é comum a CPU trabalhar mais se o objetivo for reduzir o uso da memória RAM, mas há espaço para melhorias.

Melhorias na navegação

Além das melhorias internas, a Microsoft também tornou a animação de rolagem do Edge mais suave e aprimorou a aparência geral do navegador.

Baixe o Microsoft Edge: Android | iOS | Windows | macOS

Fonte: Microsoft  

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.