Tencent compra desenvolvedora de Clash of Clans

Por Redação | 21 de Junho de 2016 às 11h26

Temos aqui mais uma notícia que comprova o valor dos jogos mobile, aparentemente simples, mas cheios de microtransações. A Tencent, uma das principais empresas de internet na China, anunciou nesta terça-feira (21) a compra da Supercell, desenvolvedora de Clash of Clans. O valor da transação não foi divulgado, mas sabemos alguns detalhes dela.

A aquisição acontece por meio da compra da parcela de 73% de ações que a Softbank, uma companhia japonesa que opera no mercado de telecom, possui na Supercell, uma cota que, em 2015, valia US$ 1,35 bilhão. Não se sabe ao certo a quanto esse total equivale agora, mas a noção do mercado é que a produtora de Clash of Clans, agora, passa a ter um valor de US$ 10,2 bilhões.

Mais do que isso, o negócio coloca a Tencent como dona de dois dos jogos de maior arrecadação em todo o mundo. Enquanto Clash of Clans ainda é o rei das microtransações nos celulares e tablets, League of Legends está nesse mesmo patamar no mundo dos PCs, e sua desenvolvedora, a Riot Games, foi plenamente adquirida no final do ano passado, apesar de a companhia asiática já possuir uma parcela de 70% dela desde 2014.

Para pagar as ações decorrentes da compra da Supercell, a Tencent formou um consórcio entre seus acionistas e teve de tomar dinheiro emprestado, aumentando suas dívidas em um valor não revelado. Do lado do Softbank, entretanto, a venda veio justamente para aliviar o saldo devedor de US$ 80 bilhões oriundo, por exemplo, da compra da operadora americana Sprint. O banco também está vendendo sua parcela no Alibaba, a gigante chinesa do e-commerce, como forma de centralizar suas operações apenas no segmento de telecomunicações.

Enquanto isso, de acordo com as informações iniciais, nada deve mudar para os funcionários da Supercell. A Tencent já anunciou que a desenvolvedora continuará operando de maneira independente a partir de seus escritórios em Helsinki, capital da Finlândia. Além disso, se a história de League of Legends se repetir aqui, os jogadores de Clash of Clans nem mesmo devem perceber a mudança, uma vez que, mesmo tantos meses depois da compra da Riot, o ambiente online do MOBA mais popular do mundo continua o mesmo.

O investimento da Tencent em games vai além das microtransações e de grandes nomes como League of Legends e Clash of Clans. A empresa também é uma das principais investidoras em empresas como a Epic Games, de Gears of War, e Activision Blizzard, de nomes como Call of Duty e World of Warcraft. Essa participação, inclusive, foi uma das responsáveis pela recente chegada do game de tiro à China, com uma versão gratuita, totalmente online e que obteve sucesso moderado entre os jogadores da região.

Fonte: Tencent

Instagram do Canaltech

Acompanhe nossos bastidores e fique por dentro das novidades que estão por vir no CT.