Resultados Apple: Venda abaixo do esperado é normal ou sinal de algum problema?

Por Stephanie Kohn

Nesta terça-feira, dia 2, a Apple anunciou os resultados do primeiro trimestre de 2017. A grande surpresa girou em torno do iPhone, que vendeu 1 milhão de unidades a menos do que o esperado.

Tim Cook, CEO da companhia, deu uma declaração que soou incomum para algumas pessoas do mercado. De acordo com Therese Poletti, colunista do Market Watch, a equipe da Apple nunca faz comentários sobre produtos em desenvolvimento e raramente admite fraqueza. Por isso, o fato de o CEO mencionar esta pausa nas vendas pode sugerir algo mais sério.

Poletti acredita que se o próximo iPhone não corresponder aos rumores, a Apple pode vivenciar o pior período de vendas da sua história. Alguns relatórios indicam que o iPhone não terá botão home, virá com tela OLED com bordas curvas, carregador wireless e recursos de realidade aumentada. Há ainda rumores de que todas as novidades aumentariam o preço do smartphone em cerca de US$ 1 mil.

Já o analista da BMO, Tim Long, é otimista e concorda com o diretor executivo: rumores precoces e mais frequentes podem estar por trás da desaceleração atual das vendas do iPhone. Mas, para ele, os recentes problemas não afetarão a demanda pelo novo smartphone e a Apple vai vendê-lo como água.

Ainda é cedo para afirmar se há algum problema mais sério nas entrelinhas dos resultados, mas o fato é que se houver qualquer sinal de desinteresse do público após o lançamento do iPhone, os investidores sairão para a caça às bruxas.

Fontes: Business Insider, Market Watch e Fortune

Fique por dentro do mundo da tecnologia!

Inscreva-se em nossa newsletter e receba diariamente as notícias por e-mail.