Participação da Samsung no mercado de smartphones é a menor em dois anos

Por Redação | 27 de Outubro de 2016 às 09h58

O fiasco do Galaxy Note7 não prejudicou apenas as finanças da Samsung, mas também a participação dela no mercado de smartphones. Pelo menos é isso o que revelam análises feitas pela Strategy Analytics e pela IDC.

Ambas as consultorias são unânimes e afirmam que a participação da Samsung caiu para o menor nível nos últimos dois anos. Segundo a Strategy Analytics, o mercado apresentou a maior taxa de crescimento trimestral de todos os tempos, com um total de 375 milhões de smartphones despachados para o varejo - uma alta de 6% em relação ao mesmo período do ano passado.

O bom momento do mercado, entretanto, não foi acompanhado pela Samsung, que despachou 75,3 milhões de smartphones - 10% menos que no mesmo período do ano anterior. "A desaceleração da Samsung está relacionada ao fato de ela ter deixado de vender milhões de unidades do Note7 e à concorrência de rivais chinesas como a Oppo", explicou a firma.

Apesar de ter visto sua participação no mercado encolher mais de 3%, Samsung ainda continua liderando com alguma vantagem

Apesar de ter visto sua participação no mercado encolher mais de 3%, Samsung ainda continua liderando com alguma vantagem (Reprodução: IDC)

E tudo isso impactou diretamente na participação da Samsung no mercado de smartphones. Ao todo, a Strategy Analytics estima que a companhia perdeu cerca de 3,7% de mercado, caindo para 20%.

O mesmo foi percebido pela IDC, que apresentou números ainda mais desanimadores. Segundo a consultoria, a Samsung despachou apenas 72,5 milhões de smartphones, 13,5% menos que os 83,8 milhões de um ano atrás. O culpado, aqui, também é o Galaxy Note7, cujo fiasco pode continuar afetando a sul-coreana neste novo trimestre.

Apesar de ver sua participação encolher, a Samsung ainda pode se gabar de ser a empresa que mais vende smartphones no mundo. Dona de 20% do mercado, a empresa ainda está bem a frente da Apple, segunda colocada, que detém 12,5% de participação. A terceira colocação é da chinesa Huawei, que possui 9,3% do mercado.

Via PC World, Mac Rumors