Cambridge Analytica abre pedido de falência em Nova Iorque, após perder clientes

Por Ares Saturno | 18 de Maio de 2018 às 19h00

Após figurar um escândalo de vazamento de dados de mais de 87 milhões de usuários do Facebook, a Cambridge Analytica abriu um pedido de concordata depois de perder seus clientes devido à polêmica. O procedimento que a empresa seguiu para peticionar a bancarrota é geralmente utilizado quando uma empresa está em vias de fechar e liquidar seus ativos para pagar aos seus credores.

Uma declaração no site da Cambridge Analytica datada do início do mês de maio já adiantava a situação que a empresa se encontrava, explicando que a consultora deixaria de operar por ter perdido praticamente todos seus clientes e fornecedores.

A Cambridge Analytica foi acusada de usar indevidamente dados pessoais de usuários do Facebook, incluindo o próprio Mark Zuckerberg, para influenciar eleitores estadunideneses no processo eleitoral que elegeu Donald Trump, além do referendo que votou o Brexit na Europa.

Participe do nosso GRUPO CANALTECH DE DESCONTOS do Whatsapp e do Facebook e garanta sempre o menor preço em suas compras de produtos de tecnologia.

Após seu ex-diretor, Steve Bannon, deixar a empresa, em 2016, para se tornar estrategista-chefe do presidente eleito nos EUA, ele foi acusado de promover uma guerra cultural por meio da empresa que liderava, e acabou deixando a Casa Branca em agosto de 2017.

Fonte: The Independent

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.