Publicidade
Economize: canal oficial do CT Ofertas no WhatsApp Entrar

Brasil e EUA se unem para discutir a precarização do trabalho na era digital

Por| Editado por Douglas Ciriaco | 20 de Setembro de 2023 às 13h12

Link copiado!

Zhuo Cheng you/Unsplash
Zhuo Cheng you/Unsplash

Após reunião bilateral entre o presidente do Brasil, Luiz Inácio Lula da Silva, e o presidente dos Estados Unidos, Joe Biden, os governos dos dois países vão lançar uma iniciativa a favor dos direitos dos trabalhadores.

A união foi chamada “Parceria Brasil-EUA pelos Direitos de Trabalhadores” e possui um documento conjunto de título “Coalizão Global pelo Trabalho”. O texto original propõe colocar trabalhadores no centro das discussões política e revela uma preocupação com os efeitos da digitalização das economias e o uso profissional da inteligência artificial.

O comunicado possui uma lista com cinco desafios urgentes para todo o mundo e inclui “promover abordagens centradas nos trabalhadores para as transições digitais e de energia limpa” e “aproveitar a tecnologia para o benefício de todos”. Também aborda a proteção de direitos, capacitação de profissionais, fim da exploração, promoção de trabalho seguro e combate à discriminação, com foco em mulheres, pessoas LGBTQI e grupos raciais étnicos marginalizados.

Continua após a publicidade

Aplicação da parceria no futuro

A parceria prevê trabalhos em colaboração entre governos e sindicatos para o desenvolvimento de uma agenda comum para discussão em eventos como o encontro do G20 e as próximas edições da Conferência da ONU sobre Mudanças Climáticas, em 2023 e 2025 (COP-28, nos Emirados Árabes Unidos, e COP-30, em Belém-PA, respectivamente.

O presidente Lula tem uma reunião com Joe Biden em Nova York, EUA nesta quarta-feira (20), às 14 horas no horário de Brasília. Mais informações sobre a união podem ser reveladas após o encontro.