Apple já está desenvolvendo protótipos de óculos de realidade aumentada

Por Redação | 15.11.2016 às 15:18 - atualizado em 17.11.2016 às 20:58

Apesar de todo o hype que surgiu redor do gadget quando foi anunciado pela primeira vez, o Google nunca conseguiu fazer seus óculos de realidade aumentada Google Glass decolar de verdade junto ao mercado consumidor.

Mas uma nova reportagem da Bloomberg publicada nesta segunda-feira (14) sugere que agora é a Apple quem está mostrando interesse no setor de "óculos digitais" e pode desenvolver seu próprio "Google Glass" na tentativa de acertar onde a rival falhou com o wearable.

De acordo com fontes próximas ao assunto, o equipamento seria, de certa forma, um acessório similar ao Apple Watch, já que se conectaria ao iPhone para expandir a possibilidade de interação do smartphones. Sua função, é claro, seria bem diferente, com o objetivo que usuários utilizem o gadget para receber informações e imagens através de seu display em realidade aumentada (RA).

Por ora, o produto ainda estaria em fase exploratória, mas a Apple já teria entrado em contato com fornecedores para uma pequena compra de displays que podem ser usados próximos aos olhos – nada que indique o início de uma produção em massa, no entanto.

Apesar de nunca ter apresentado nenhum dispositivo do tipo, a Apple registrou nos últimos anos uma série de patentes que poderiam se encaixar no produto. Desde 2013, a companhia também fez ao menos três aquisições de startups do setor, como a da PrimeSense, responsável pela tecnologia de reconhecimento de movimento do Kinect, da Microsoft.

Além disso, a realidade aumentada é tida como um interesses pessoal do CEO da empresa de Cupertino, Tim Cook, o que pode indicar que o próprio executivo estaria estimulando a exploração de projetos no setor. Se o conceito avançar, as fonte da publicação indicam que a Apple teria potencial de revelar o produto já em 2018.

A empresa tem sofrido pressão do mercado e de consumidores nos últimos meses, tanto pela queda nas vendas de seus iPhones quanto pelo fato de não parecer mais ser a mesma Apple inovadora do passado.

Com sua expertise de hardware e design, no entanto, o novo gadget poderia ser o grande novo lançamento da empresa, em um momento que quase todas gigantes do setor têm focado na realidade virtual e deixado a realidade aumentada de lado – a Microsoft sendo a única exceção notável, com o HoloLens.

Fonte: Bloomberg