Publicidade
Economize: canal oficial do CT Ofertas no WhatsApp Entrar

Agora é possível fazer Pix com o saldo de bancos diferentes; veja quais

Por| Editado por Claudio Yuge | 18 de Outubro de 2022 às 22h00

Link copiado!

Freepik
Freepik

Já é possível realizar transações via Pix usando o saldo disponível em contas de diferentes bancos, graças ao Open Finance. Criado pelo Banco Central para padronizar o compartilhamento de informações dos clientes entre instituições financeiras, o conceito visa incentivar a concorrência e melhorar a experiência dos clientes.

A novidade, chamada iniciador de pagamentos (ITP), é uma ferramenta que permite que o cliente aprove transações com recursos de contas de diferentes bancos. Um usuário que possui R$ 100 no banco X e outros R$ 200 no banco Y, por exemplo, poderá realizar um pagamento de R$ 300 de uma única vez — sem precisar acessar os dois aplicativos.

Continua após a publicidade

Essa é uma das novidades da chegada do Open Finance, que, futuramente, possam oferecer aos clientes a possibilidade de escolher o app de banco que mais gostam e centralizar ali toda a sua gestão de finanças.

Quais bancos aderiram ao Pix com o saldo de bancos diferentes

Até o momento, as instituições que já anunciaram o recurso são:

  • Banco do Brasil: disponível para transferência via Pix de 18 instituições financeiras;
  • Itaú Unibanco: disponível apenas para os funcionários, deverá ser lançado para o público na primeira quinzena de novembro;
  • Bradesco: está sendo distribuído gradualmente;
  • Santander: a opção só está disponível quando transferência é iniciada em outro banco e conta com o saldo do Santander — o "caminho inverso" deve ser liberado no início de novembro para contas PJ;

As fintechs C6 Bank, Banco BV e Nubank não possuem a função, assim como o Picpay. A Caixa por enquanto não se manifestou.

Como o Open Finance funciona?

O Open Finance, antes chamado de Open Banking, é um ecossistema aberto de dados para diferentes empresas bancárias e fintechs trocarem dados de seus produtos financeiros entre si — facilitando, para os clientes, a visualização das melhores propostas em uma mesma plataforma online.

Além dos produtos oferecidos pelas instituições financeiras, os clientes também seriam capazes de verificar todas as suas informações bancárias em um único lugar, incluindo os saldos das contas de diferentes bancos.

Continua após a publicidade

No entanto, esse compartilhamento só é realizado mediante a autorização do cliente. A instituição deve prestar aos clientes informações claras, objetivas e adequadas sobre o compartilhamento. Por fim, a solicitação de autorização deve constar qual é a sua finalidade, ou seja, para qual produto ou serviço ela se refere.

Fonte: Extra